CEO falou em responsabilidade com o meio ambiente e gestão mais descentralizada

Parece que o novo plano estratégico da Volkswagen ainda vai sofrer um pouco de resistência dentro da empresa. Recentemente, o CEO do grupo, Matthias Mueller, disse que alguns gestores ainda se mostram resistentes a nova era de responsabilidade na montadora após o dieselgate, sugerindo que a nova cultura corporativa ainda pode levar muitos anos para ser estabelecida. 

Leia também:

De acordo com Mueller, que se tornou o CEO da Volkswagen em setembro de 2015, a Volkswagen ficou mais transparente e mais descentralizada, vista pelos investidores como parte fundamental da campanha para recuperar a confiança após ter assumido a culpa pelo escândalo dieselgate em 2015.

 

Volkswagen Dieselgate

 

"Definitivamente há pessoas que estão desejando a velha liderança centralista", disse Mueller durante uma discussão com representantes empresariais na noite de segunda-feira (22). "Eu não sei se você pode imaginar o quão difícil é mudar a mentalidade."

Desde que assumiu o comando, Mueller tem entre suas prioridades descentralizar o poder e reformar a estrutura. Lembrando que antes do escândalo de emissões, já haviam criticas a cultura fechada, que dizem ter sido um dos fatores facilitadores para a fraude.

Fonte: Automotive News