Serviço começa a ser realizado 3 meses após o anúncio do recall

Anunciado na segunda metade de janeiro, o recall que envolve mais de 20 mil unidades do sedã Fusion finalmente começa a ser solucionado no Brasil. Conforme explica a Ford, exemplares ano/modelo 2013, 2014, 2015 e 2016 devem voltar às concessionárias para reparar uma falha identificada no funcionamento dos cintos de segurança dianteiros.

Leia também:

A marca informa que, em caso de colisão, o cabo de fixação do mecanismo fica exposto a altas temperaturas e isso pode diminuir a resistência do cabo de tração. Dessa forma, ocupantes podem ficar presos de maneira inadequada nos bancos, com graves riscos de lesão em caso de acidentes.

A solução encontrada para o problema consiste na aplicação de um revestimento isolante para proteger o cabo - serviço que leva em média duas horas. Informações adicionais estão disponíveis pelo telefone 0800 703 3673 ou pelo site www.ford.com.br.

Fotos: divulgação 

Mais tecnológico, novo Fusion Hybrid 2017 chega ao Brasil por R$ 159.500

Foto de: Julio Cesar