Modelos F12tdf, GTC4Lusso e LaFerrari Aperta impulsionaram resultados positivos

A Ferrari comemora nesta semana o registro de lucros recordes nos números relacionados às vendas do primeiro trimestre. De acordo com os dados divulgados pela marca, o saldo líquido foi de € 124 milhões (algo em torno de R$ 426 milhões), o que representa alta de 60% na comparação com igual período do ano passado.

Leia também:

Os números foram puxados especialmente pelo crescimento de cerca de 50% nas vendas de modelos equipados com motores V12, como GTC4Lusso, LaFerrari Aperta e F12tdf. Curiosamente, esportivos menos potentes equipados com propulsores V8 registraram queda de 3% - indicativo de que, neste mercado, os consumidores não são lá muito adeptos à tendência do downsizing.

Ferrari LaFerrari
2017 Ferrari GTC4Lusso T

Capitaneada por Sergio Marchionne, a Ferrari, agora separada do grupo FCA, planeja emplacar neste ano algo em torno de 8,4 mil unidades - e só nestes 3 primeiros meses já foram 2.003 exemplares. Para 2019, a meta é vender globalmente 9 mil carros, o que indica uma forte ruptura com a gestão anterior de Luca di Montezemolo, que limitava a produção a 7 mil unidades para garantir a exclusividade da marca.

Fotos: divulgação 

Ferrari LaFerrari