SUV rebocou o maior avião de passageiros do mundo, com 285 toneladas

Quem se lembra quando um VW Touareg V10 a diesel rebocou um Boeing 747? Isso foi há mais de uma década. Ele conseguiu puxar 155 toneladas, um número ainda impressionante para os dias atuais. Em 2013, foi destronado por um Nissan Patrol após puxar com sucesso um avião de carga de 170 toneladas. Agora, o Grupo VW está de volta para recuperar o título com um Porsche Cayenne completamente original na versão S Diesel. Para que isso fosse possível, um acessório especial foi instalado na barra de reboque original do veículo.

Leia também:

Equipado com um motor V8 biturbo 4.1 litros que empurra 385 cv e um monstruoso torque de 86,6 kgfm, o poderoso SUV a diesel estabeleceu uma nova marca no Guinness - Livro dos Recordes para aeronaves mais pesadas puxadas por um carro de produção. O fato aconteceu no Aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, onde o Cayenne S Diesel puxou um Airbus A380 de 73 metros pesando impressionantes 285 toneladas, superando assim o recorde da Patrol por 115 toneladas.

 

Porsche Cayenne S Diesel pulls Airbus A380

 

Atrás do volante do SUV estava o técnico da Porsche GB Richard Payne, que estava em êxtase com o recorde:

"Fiz isso - eu estou tão aliviado! Normalmente não vamos tão longe para testar os limites de nossos carros, mas acho que hoje estamos bem perto."

Curiosamente, a tentativa de recorde foi repetida com sucesso usando o motor a gasolina do Cayenne Turbo S. Nós lembramos que o mais rápido SUV no circuito de Nürburgring tem um 4.8 V8 biturbo avaliado de 570 cv e 81,5 kgfm), provando assim que o SUV de Porsche pode realizar a extenuante tarefa mesmo com 5 kgfm a menos debaixo do capô.

Volkswagen, Porsche e Nissan não são os únicos fabricantes de automóveis a mostrar suas proezas, como quase um ano atrás, Land Rover usou um Discovery Sport equipado com um motor diesel de 2.0 Ingenium avaliado em 180 cv e 43,8 kgfm para para rebocar um trem de 100 toneladas. Isso é mais ou menos o equivalente a um Boeing 757.

Fonte: Porsche

Porsche Cayenne reboca Airbus A380