Chamado envolve problema no sistema eletrônico de controle do motor 2.0 turbodiesel

A Fiat anuncia nesta semana no Brasil a realização de um recall envolvendo a picape Toro. De acordo com a marca, unidades equipadas com motor 2.0 turbodiesel devem voltar às concessionárias para reparar uma falha identificada no funcionamento do propulsor. São ao todo 9.343 unidades envolvidas, todas ano/modelo 2016 a 2017.

Leia também:

Em nota, a fabricante explica que não está habilitado para uso o dispositivo que permite o desligamento do motor quando a alavanca de câmbio estiver numa posição diferente de P (estacionamento) e a velocidade do veículo for superior a 8 km/h. Sempre em modelos que não usam chave para a partida. É o mesmo recall que a Jeep convocou para o Compass no último dia 30 de março

A marca destaca que este mecanismo deve ser usado em situações de emergência, como em um incêndio, quando é preciso desligar o carro ainda em movimento. Leitores nossos citam também a necessidade de desligar o carro para que as rodas travem se os freios sofrerem alguma falha. Como o problema parece afetar todos os modelos com motores 2.0 Multijet, o recall em breve deve atingir também o Renegade.

No reparo, será realizada a reconfiguração do sistema -  serviço que deve levar cerca de 30 minutos. Mais informações podem ser obtidas por meio do telefone 0800 707 1000.

Fotos: divulgação

Fiat Toro 2.4 Flex