Participamos da primeira etapa do Mitsubishi MotorSports, que você pode entrar com um 4x4 da marca - mesmo os antigos

Jogue a primeira pedra quem não gosta de uma boa competição. A adrenalina injetada no corpo e a concentração necessária para transpor cada etapa é recompensada com a finalização e, em alguns casos, a vitória. Quando envolve carros (ou motos) tudo é ampliado por inúmeras vezes. 

Mas, em teoria, competições automobilísticas são para quem tem muito "recurso" na conta. Felizmente, porém, há alternativas homologadas pela CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo) sem gastar rios de dinheiro. As mais acessíveis são organizadas pelas montadoras, como a Mitsubishi Motorsports. Dividida em categorias, é possível achar uma que se encaixe em sua experiência - e bolso. 

Mitsubishi Motorsports - 1ª etapa Mogi Guaçu (SP)
Mitsubishi Motorsports - 1ª etapa Mogi Guaçu (SP)
Mitsubishi Motorsports - 1ª etapa Mogi Guaçu (SP)

Durante a primeira etapa de 2017 (serão 10 pelo Brasil), realizada em Mogi Guaçu (SP), foram 240 carros inscritos nas categorias de regularidade (Turismo Light, Turismo, Graduados e Master). Pelo regulamento, qualquer ano e versão de Pajero e L200, desde que equipados com tração 4x4, podem participar. Na Light, o ASX AWD também é aceito. 

Participamos da Light com uma L200 Triton Sport HPE, de R$ 174.990 (o carro 134 das fotos), mas você pode entrar gastando cerca de R$ 20.000 em um Pajero TR4 2003, por exemplo. Com trilhas simples e sem obstáculos difíceis, os carros são em sua maioria originais, sem nenhuma preparação mecânica ou necessidade de equipamentos específicos. Inclusive, são usados por seus proprietários nas ruas diariamente - muitas vezes ainda adesivados. 

 

Mitsubishi Motorsports - 1ª etapa Mogi Guaçu (SP)

 

Coloque na conta os gastos com combustível, pedágios, alimentação e hospedagem nas cidades de largada, se necessário for. A inscrição é feita com a doação de alimentos (doados na cidade onde ocorre a prova) e dá direito a aula de navegação na sexta à noite, adesivos para o carro, camisetas para os participantes, almoço no dia da prova e premiação. 

Como cheguei no sábado cerca de 30 minutos antes da largada, meu navegador, sem experiência nenhuma, não teve essa aula e fomos com a "cara e coragem" para a trilha, apenas com a planilha, uma caneta e o smartphone como o cronômetro. Mais um ponto para a economia. 

 

Mitsubishi Motorsports - 1ª etapa Mogi Guaçu (SP)

 

Participamos da categoria "imprensa" e, após mais de 200 km e uma picape bem suja, chegamos em segundo lugar. Comemoramos como se fosse uma vitória chegar ao final e ainda subir no pódio.

Para correr 

Além da turma da regularidade, a Mitsubishi organiza os ralis de velocidade, já com carros totalmente preparados e pilotos experientes. A novidade que estreou no Velo Cittá é a modalidade Cross Country. Nela, ASX e L200 Triton Sport preparados para corridas competem, curva a curva, pela vitória em um circuito que mistura grama, terra e asfalto. Mas aí já é um passo além, que exige perícia e mais grana para participar.

Mitsubishi Motorsports - 1ª etapa Mogi Guaçu (SP)