Com vendas em alta apesar da crise, marca aposta agora no pós-venda

"Se alguém compra o primeiro carro de uma marca, mérito do setor de vendas. Do segundo em diante, é pelo pós-venda", diz Diego Lopez, diretor de pós-vendas da Porsche do Brasil. Com uma larga experiência no setor, ele foi o responsável por nos apresentar ao centro de distribuição de peças da marca alemã em solo brasileiro. 

Localizado em Embu das Artes, na região de São Paulo, o espaço de 3.090 m² é o ponto de chegada e saídas de componentes para as 9 concessionárias da Porsche no Brasil. Para a empresa, é um grande passo dado após o inicio da operação oficial no país, que aconteceu em julho de 2015 (com primeiro carro entregue em agosto).

Com importações diretas de Sachsenheim, localizada cerca de 30 minutos da sede da Porsche em Stuttgart, na Alemanha, Embu possui um estoque de 2.945 peças diferentes para qualquer veículo da marca com até 10 anos de produção. A meta é chegar aos 7.600 itens até o fim deste ano para atender os (felizes) proprietários de um Porsche. E toda a operação é informatizada. 

Centro de distribuição de peças - Porsche Brasil
Centro de distribuição de peças - Porsche Brasil
Centro de distribuição de peças - Porsche Brasil
Centro de distribuição de peças - Porsche Brasil

Segundo Diego, a boa notícia é que os valores das peças serão menores que os praticados anteriormente. Ao "tirar" o intermediário entre a Alemanha e Brasil (o importador), o custo é menor e a velocidade de entrega, idem. Sachseheim tem capacidade de atender mais de 97% das peças de qualquer Porsche fabricado há até 10 anos. Com um sistema informatizado, o pedido (feito aqui) é entregue ao transportador em até 90 minutos. 

A chegada ao Brasil, segundo a Porsche, demora até 10 dias, sendo que 3 a 4 são apenas para a parte burocrática de importação. Dependendo da urgência, a peça é enviada de avião ou navio. Isso reduzirá o tempo que um veículo fica em oficina e o proprietário sem seu amado Porsche.

Leia também:

Os clássicos não foram esquecidos: com a encomenda de qualquer peça feita na concessionária, a entrega dependerá dos fornecedores na Alemanha, caso a peça já não esteja na base da marca. O prazo de 10 dias, a partir de Sachseheim, vale também para os "senhores". A parte de acessórios e itens pessoais, como roupas e miniaturas, também passam a ficar estocadas no Embu. 

O centro de peças atende aos concessionários locais tanto para serviços feitos na oficina da marca quanto fora, o famoso "balcão de peças". 

Planos para 2019

Durante a apresentação, foram divulgados os números de vendas da marca em 2016. Com 1.010 unidades emplacadas, a Porsche registrou um aumento de 38% em comparação a 2015, com destaque para o 911 e sua alta de 137%. Em 2017 a marca já registra subida de 25%, com 132 unidades até fevereiro. É um número a se comemorar em tempos de crise. 

Com isso, a Porsche não tem "medo" de falar em 2019. O centro de distribuição está preparado para uma ampliação, com aumento de 36% se comparado a atual capacidade, chegando aos 12.018 itens.

Fotos: divulgação 

 

Centro de distribuição de peças - Porsche Brasil