Objetivo é superar a Mercedes-Benz e voltar ao topo do mercado global de carros de luxo

A BMW anuncia nesta semana aquela que vem sendo considerada pela imprensa internacional como a maior ofensiva comercial de sua história. Concentrada no crescimento do número de vendas e na ampliação do portfólio, a ação estratégica prevê o lançamento de nada menos que 40 novos carros no prazo máximo de apenas dois anos. O objetivo é superar a Mercedes-Benz e voltar à liderança do mercado global de luxo.

Leia também:

Em 2016, a marca da estrela de três pontas (incluindo também a Smart) emplacou 2,23 milhões de unidades, superando a BMW na corrida pelo topo do mercado pela primeira vez desde 2004. Os bávaros até venderam mais, se contabilizado os números da Mini e da Rolls-Royce (2,37 milhões no total), mas a BMW quer recuperar a coroa por conta própria.

2018 BMW X3 teaser
2018 BMW Z5 spy photo

Para tanto, boa parte dos prometidos 40 lançamentos serão carros novos. Os mais esperados são os SUVs X2 (já prometido para o Brasil) e X7, além do esportivo Z5 - este desenvolvido em parceria com a Toyota. Também entram na conta a nova família Série 5 (há pouco apresentada) e a terceira geração do X3, que pela primeira vez terá uma versão preparada pela divisão M.

Outros modelos esperados são o autônomo iNext EV e o luxuoso Série 8. "Será uma transformação diferente de tudo que a nossa empresa já viu", disse Harald Krueger, CEO da marca. Nada menos que 10 bilhões de euros estão sendo investidos no projeto.

Fotos: Divulgação/reprodução 

BMW X2 Concept