Situações inusitadas aconteceram no Brasil e nos Estados Unidos

Roubo/furto de carros podem ter finais trágicos. Mas poucos tiveram desfechos tão inusitados quanto estes dois relatos recentes, que aconteceram no Brasil, mais precisamente em Taubaté, e nos EUA, na cidade de San Francisco. Como diz o ditado, "a realidade pode ser mais estranha do que a ficção". Confira: 

Leia também:

VW up! clonado

De acordo com os levantamentos mais recentes, cerca de um carro é roubado no Brasil a cada minuto - foram mais de 1 milhão de veículos roubados no país entre 2015 e 2016. E esse tipo de crime ainda tem desdobramentos como a famigerada clonagem. O problema é localizar o maldito clone que está enchendo sua carteira de pontos... Mas dono de um VW up! clonado em Taubaté não teve este trabalho. Ele saiu de um supermercado e, no estacionamento, se deparou um veículo exatamente igual ao seu, estacionado logo ao lado. O homem imediatamente fez uma chamada para o 190, acionando a Polícia Militar e informando se tratar de uma clonagem de veículo.

Localizado, o condutor do dublê, de 20 anos, não informou a procedência do veículo e também não apresentou documento que comprovasse a compra. Somente um CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo), que também constava como produto de roubo. Foi ver o sol nascer quadrado em companhia dos diligentes policiais.

Mini Cooper furtado duas vezes

Outro caso inusitado aconteceu fora do Brasil. O americano Ben Yu teve o seu Mini Cooper roubado e pediu ajuda à polícia. Sem uma resposta adequada, ele resolveu fazer justiça com as próprias mãos, mas do jeito certo: usou o aplicativo Getaround para tentar localizar o veículo, que estava nos arredores de San Francisco. Esse aplicativo permite que o dono alugue seu carro enquanto não o usa. Por isso ele estava com as chaves no contato, já que o aplicativo promete imobilizar o veículo em caso de roubo. Com Yu, ele não cumpriu a promessa.

Depois de conseguir a localização, Yu chamou a polícia, mas ouviu que tinha de registrar a ocorrência antes de a polícia poder tomar qualquer providência. O dono do Mini acabou perdendo cerca de três horas, tempo suficiente para o ladrão abandonar o carro à beira da estrada, sem combustível nem chaves.

  

 

Ben Yu conseguiu recuperar seu carro, mas ele foi roubado novamente no dia seguinte, provavelmente pelo mesmo ladrão que roubou as chaves no dia anterior. Na delegacia, depois de uma hora de espera, ele ouviu que tinha duas alternativas: ou fazer um novo boletim de ocorrência ou chamar a polícia quando visse o carro. Ele não teve dúvida: alugou outro carro com o Getaround e, com a ajuda de um amigo, gravou a perseguição em vídeo postado no Facebook. Seguindo as coordenadas a cada minuto, Ben localizou seu carro em um estacionamento e foi ao local. Só depois ele chamou a polícia, que finalmente prendeu o insistente ladrão em flagrante. E o carro, que está no pátio da delegacia para colheita de digitais...

(Colaborou Gustavo Henrique Ruffo)

Fonte: Buzzfeed / QuiririmNews