Em 2019, a América Latina fará os novos 208 e C3 já na plataforma CMP

A PSA anunciou recentemente a compra da Opel e da Vauxhall e a fabricação de uma nova linha de comerciais na América Latina. Depois de tantas emoções, Carlos Tavares, CEO global do grupo, deu uma entrevista na Argentina para falar sobre os novos rumos da empresa. E eles incluem nossa região.

Leia também:

Em entrevista coletiva da qual o Argentina Autoblog participou, Tavares disse que a tão esperada picape média, com capacidade de 1 tonelada, não está descartada. Segundo o executivo, ela está em "etapa de desenvolvimento" e estará disponível para a Peugeot e Citroën, ficando a critério de cada uma o posicionamento e o preço diante da concorrência, bem como as linhas comerciais a serem seguidas por cada uma delas. Ainda não há definição de quais fábricas farão a futura picape, mas, segundo o CEO, os mercados principais são América Latina, África e Asia. Para bom entendedor, meia palavra basta.

A fábrica de El Palomar, na Argentina, tem a missão de produzir os futuros novos Peugeot 208 e Citroën C3, já sobre a futura plataforma CMP. O projeto, conhecido internamente como P21, estava previsto para 2018, mas Tavares disse que eles virão só em 2019. Ou ele está escondendo o ouro, preservando os modelos atuais, ou o investimento na linha comercial exigiu uma revisão de planos. Peugeot Expert e Citroën Jumpy serão fabricados no Uruguai e serão vendidos na América Latina (inclusive Brasil) com carrocerias de passageiros e carga. 

Carlos Tavares também falou sobre a Opel, mas afirmou que ainda é cedo para dizer se a marca virá para a América Latina:

"As decisões não serão tomadas antes de termos o controle total, o que acontecerá na segunda metade de 2017".

Fonte: Autoblog Argentina