O clássico dos anos 1960 ficaria orgulhoso do novo esportivo apresentado em Genebra

Os mais velhos (ou entusiastas) irão se lembrar com carinho e admiração do brasileiro Willys Interlagos. Nos anos 1960 (de 1961 a 1966, para ser mais exato), era um dos mais belos carros fabricados por aqui, em fibra de vidro, em uma época de ruas repletas de Fusca. Pois eis que, de certa forma, ele reencarna no Alpine A110, apresentado no Salão de Genebra. 

2017 - Alpine A110 Live Genève
2017 - Alpine A110 Live Genève

Na verdade, o Interlagos já era um Alpine, o A108, mas com carroceria de A110, lançado na Europa no mesmo ano do Interlagos: 1961. O A108 e o A110 conviveram na Europa até 1965, quando o primeiro saiu de linha. O A110 aguentou até 1977. Inspirado naquele A110, nasceu o atual, a nova arma da Renault contra o Porsche 718 Cayman. 

 

 

A inspiração no visual é clara, principalmente com os "faróis de milha" instalados no para-choque, que são, na verdade, luzes diurnas de LED. Com amplo e demorado desenvolvimento aerodinâmico, o A110 tem até chapas e defletores na parte inferior do carro, para melhorar o fluxo de ar que passa pelo pequeno esportivo.

O motor central-traseiro até faz menção à disposição dos que eram usados nos clássicos Alpine (traseiros), mas com dinâmica bem mais afiada e dotado das tecnologias dos dias atuais. Ele é um 1.8 turbo com 252 cv ligado ao câmbio de dupla embreagem e 7 marchas, mantendo a tração traseira. E pensar que o Interlagos batia no peito por sua esportividade e seu motor de 998 cm³ e 70 cv...

 

2017 - Alpine A110 Live Genève

 

Leve (1.080 kg), o A110 chega aos 100 km/h em apenas 4,5 segundos, com velocidade máxima limitada aos 249 km/h, segundo a Alpine. Por dentro, o seletor de modo de condução (Normal, Sport e Track) muda as respostas de direção, acelerador, motor, controles de tração e estabilidade e escapamento. Sua edição de lançamento, a Première Edition, terá 1.995 carros equipados com rodas de aro 18", bancos da Sabelt e sistema de som da Focal por 58.500 euros (na França). 

Fotos: Motor1.com/divulgação

Alpine A110 em Genebra