Modelos serão feitos sobre a plataforma PQ, a mesma utilizada pelos atuais Gol e Fox e o "falecido" Polo

Depois de anos na lista de prioridades da marca, a marca de baixo custo da Volkswagen enfim vai chegar ao mercado em 2019. Iniciando suas atividades na China, a submarca vai estrear com um sedã compacto e com um SUV médio, chegando posteriormente a outros países emergentes como México, Índia e Brasil.  

Leia também:

De acordo com a matéria do site AutoExpress, um alto executivo da Volkswagen deu mais detalhes da empreitada e confirmou que a marca terá como referência a chinesa Haval/Great Wall em termos de qualidade e preço de entrada inferior a 70.000 yuan (R$ 31.490). 

No caso da China, os modelos serão produzidos em parceria com a joint-venture FAW-Volkswagen. Outro detalhe interessante é que a nova família de veículos será feita sobre as plataformas PQ, que deram origem a velhos conhecidos nossos, como o Gol (PQ24), Polo (PQ25, na Europa) e Golf de geração anterior (PQ35).     

 

VW Lavida

 

Frank Welsch, chefe de desenvolvimento da Volkswagen, confirmou que o carro de baixo custo está sendo desenvolvido "a todo vapor". Ele também disse que se falava há dois anos em um sedã compacto, mas uma pesquisa de mercado mostrou claramente que a marca também precisa de um SUV barato, que pode, inclusive, ganhar uma versão mais longa, de sete lugares. 

Ao mesmo tempo em que a arquitetura MQB se torna onipresente nos lançamentos da Volkswagen (próximos Gol e Polo, além de um inédito SUV compacto) e das marcas Audi, Skoda e Seat, o grupo alemão vai seguir uma estratégia semelhante à da Renault com a submarca Dacia, reservando as plataformas mais antigas, já com investimentos amortizados, para os modelos de baixo custo. O executivo deixou claro que esse tipo de carro tem forte demanda não apenas na China, mas também nos demais mercados emergentes. 

Fonte: AutoExpress 

Fotos: divulgação

Hatch que parece perua, este é o novo VW Gran Santana - veja fotos

Foto de: Julio Cesar