Claire Williams, vice-diretora do time de Grove, revelou que prometeu a Valtteri Bottas que a equipe não ficaria no caminho de uma segunda proposta após vetar ida do finlandês para a Ferrari em 2015

Valtteri Bottas se transferiu para a Mercedes nesta temporada, tornando-se o substituto de Nico Rosberg, que anunciou repentinamente a aposentadoria da categoria após se sagrar campeão em 2016. Entretanto, não foi a primeira vez que o finlandês foi desejado por outra equipe: em 2015, a Ferrari demonstrou interesse em Bottas, mas a Williams não cooperou para que a transferência se concretizasse. O episódio, porém, contribuiu para a ida do piloto para a Mercedes, como revelou Claire Williams, vice-diretora do time de Grove.

"Valtteri foi uma parte importante da Williams, ele possui aquela vontade que você gosta de ver em um piloto, pois tudo que ele quer é estar no melhor carro e vencer", disse a dirigente ao Motorsport.com.

"Quando você tem um piloto que você sabe o que ele quer, por que forçá-lo a pilotar o seu carro? Não é a coisa certa a fazer. Ficamos no caminho de Valtteri uma vez, quando a Ferrari veio. Então prometi a ele que não faria isso novamente e honrei minha promessa", afirmou.

"Ele tem uma grande oportunidade pela frente, será interessante ver o que ele será capaz de fazer neste ano", acrescentou.

Na época do anúncio de Bottas, Toto Wolff, chefe da Mercedes, disse à mídia italiana que o time germânico contribuiu financeiramente para o retorno de Felipe Massa à Williams, elogiando a capacidade de negociação da vice-diretora da equipe britânica. 

"Queríamos garantir que seria algo que funcionasse para nós. Tenho total confiança na decisão que tomei. Acho que fizemos a coisa certa e não me arrependo", disse Williams. "Quem me conhece sabe que eu fiz um bom negócio para a equipe e eu só teria ido em frente se fosse o melhor para o time. Todos sabem o quanto eu amo a Williams e o quanto a equipe é importante para mim, o quanto eu quero voltar a vencer", acrescentou, encerrando dando destaque para a vontade que Massa tem demonstrado. "Estou ansiosa para ver o que Felipe pode fazer, ouvi aquela vontade na voz dele novamente. Não há pressão, ele voltou para um 'canto do cisne' e pode se divertir", completou.

Fotos: Motorsport

Williams teria prometido liberar Bottas após veto à Ferrari