Nome do amado cupê dos anos 1990 será reaproveitado em um produto no segmento mais quente do mercado

Saudosistas dos anos 1990 e de cupês esportivos, preparem seus corações. A Mitsubishi confirmou hoje que chamará mesmo seu novo crossover médio de Eclipse. Mas, como ele é crossover, será o Eclipse Cross. O modelo, que tanto pode substituir o ASX quanto ficar entre ele e o Outlander, será apresentado agora em março no Salão de Genebra.

Leia também:

Só para recordar, quem divulgou que o crossover se chamaria Eclipse foi a revista britânica Auto Express, que soltou uma matéria com a primeira avaliação do modelo e detalhes exclusivos, mas rapidamente a tirou do ar. Ele seria inspirado no conceito XR-PHEV II, com lanternas altas e, segundo a marca, "um longo entre-eixos com balanço traseiro bem curto". É fácil notar as semelhanças com os teasers divulgados até agora.

 

Mitsubishi confirma que chamará novo crossover de Eclipse (Cross)

 

O XR-PHEV II tinha 4,49 m de comprimento, 1,89 m de largura e 1,62 m de altura, com um entre-eixos de 2,67 m. Seu trem de força híbrido gerava 163 cv. Se tomarmos as medidas do conceito como parâmetro, e se elas forem mantidas, ele quase certamente será um substitudo do ASX. Foi o que dissemos quando divulgamos a primeira imagem do Eclipse, flagrado no Japão. Lançado em 2010, o ASX, também chamado de RVR, precisa urgentemente de um substituto, mas é possível que ele conviva com o novo crossover como uma opção mais em conta. Como a Fiat fez com o Palio e a VW, com o Gol. 

As referências mudam, mas os nomes permanecem. Quem diria que você um dia chamaria de Eclipse uma máquina com vão livre alto, posição elevada de dirigir e pretensões off-road? Sinal dos tempos...

Fotos: divulgação

Mitsubishi confirma que chamará novo crossover de Eclipse (Cross)