Maior crossover da marca de luxo da PSA aparece sem camuflagens antes de sua estreia oficial para o público

Enquanto a Citroën e a DS preparam sua separação aqui no Brasil, lá na Europa elas já são marcas distintas. E a DS terá em breve uma adição importante a sua gama, o DS 7, o maior crossover da nova marca de luxo da PSA. Sua estreia estava prevista apenas para o Salão de Genebra, em março, mas o carro resolveu dar uma passeada sem burca. Na bobeada, o pessoal do site Citronfeng  não perdeu a oportunidade de registrar a voltinha.

Leia também:

O novo crossover será construído sobre a plataforma modular EMP2, a mesma de todos os novos produtos médios e grandes da PSA. Os menores ou usarão a PF1 modificada, chamada agora de plataforma A, ou a CMP, desenvolvida em parceria com a chinesa Dongfeng.

 

DS 7 spy photo

 

Além do flagra, também já saiu uma imagem do interior do carro, que mostra um painel digital e borboletas atrás do volante. Elas seriam ligadas a um inédito câmbio automático de 8 marchas, provavelmente o mesmo fornecido pela Aisin para uma série de modelos com tração dianteira, como o BMW X1.

O desenho parece ser inspirado no do conceito Wild Rubis e servirá para o DS 7 encarar modelos do porte do Audi Q5, do BMW X3 e do Mercedes-Benz GLC. Os motores ainda são um mistério, mas o rumor mais forte é que ele terá o 1.6 THP, com potência de até 240 cv, e um novo turbodiesel 1.5 que substituirá de uma tacada só os atuais 1.4 e 1.6 da PSA. No futuro, o modelo terá versões híbridas, provavelmente seguindo a estratégia da Volkswagen de matar os motores de ciclo Diesel de uma vez por todas.

A estreia do novo crossover deve acontecer pouco depois da apresentação no Salão de Genebra, ainda que digam que ele possa começar a ser vendido apenas em 2018. Duvidamos: não faria sentido mostrar o carro agora se fosse para vendê-lo só no ano que vem.

Fotos: Citronfeng  

Flagra do DS 7