Projeto de canadenses andará em autódromos e usa uma "salada" de peças em sua construção

Choveram críticas quando falamos que o Toyota Prius foi um dos carros mais legais que dirigimos em 2016. Mas a propulsão elétrica já é uma realidade e não apenas como uma fonte limpa de energia, mas também como uma forma de ter potência de um jeito que o motor a combustão não consegue: imediata. 

A grande vantagem do elétrico é ter a força total desde o inicio, "zero rpm", o que está sendo uma arma para as fabricantes em seus projetos de novos esportivos. Aproveitando isso, um grupo de amigos de Vancouver, Canadá, está construindo seu próprio carro de corrida elétrico usando partes de diversos modelos e marcas em busca do melhor para as pistas (e com bom custo). 

 

Shelby Cobra com motor de Tesla

 

Tudo começa com um chassi, desenhado em programa profissional e construído com tudo em alumínio, integrando um santantônio para a segurança do piloto em caso de capotagem. O motor elétrico, instalado logo atrás dos bancos, veio do eixo traseiro um Tesla Model S P85, antigo topo de linha, com o equivalente a 470 cv. As baterias vieram de um Kia Soul EV, o conjunto com maior capacidade e menor tamanho e peso do mercado, e a carroceria é feita em fibra de vidro sobre o molde de um Shelby Cobra, com as bitolas dianteiras e traseiras alargadas. Um diferencial blocante foi feito especialmente para o câmbio de uma velocidade para que as rodas traseiras girem juntas nas curvas. A recarga e sistema de gerenciamento de energia também vieram do Soul EV. 

A suspensão usa peças do Chevrolet Corvette C5, com adaptações para a estrutura tubular. Ele chegará às pistas ainda este ano. Estamos curiosos para ver o resultado. 

 

Leia também:

Fonte: Tesla Motors Club

Shelby Cobra com motor de Tesla