Depois de sete anos à venda, SUV muda completamente para brigar com as versões mais caras de Honda CR-V e Toyota RAV4

Divisão de SUVs e picapes da General Motors, a GMC leva para a edição deste ano do Salão de Detroit a nova geração do médio Terrain. Com visual inspirado no irmão maior Acadia e pacote refinado de tecnologia, o modelo se renova completamente e, pela primeira vez, passa a oferecer opção de motor diesel (tendência já seguida pelo primo Chevrolet Equinox).

Ligeiramente menor que na geração passada, o novo Terrain terá três opções de motorização: 1.5 turbo de 173 cv e 28 kgfm, 2.0 turbo de 256 cv e 36 kgfm, e 1.6 turbodiesel de 137 cv e 32,6 kgfm. São exatamente os mesmos propulsores adotados pelo novo Equinox, mas, no caso do GMC, o câmbio é sempre automático de 9 marchas (contra 6 ou 9 do Chevrolet).

Leia também:

A lista de equipamentos inclui sistema de som da Bose, compatibilidade com Apple CarPlay e Android Auto, sistemas anti-colisão e de frenagem automática, alertas de pontos cegos e mudança de faixa, entre outros.

A expectativa da GMC é rivalizar com as versões mais caras de Mazda CX-5, Honda CR-V, Toyota RAV4 e Nissan Rogue.

Fotos: Motor1

 

2018 GMC Terrain: Detroit 2017