Modelo ganhou estilo do Edge na dianteira e interior mais refinado

Após a estreia no Salão de Los Angeles, o novo EcoSport 2018 aparece agora no Salão de Detroit. Mas, como já dissemos anteriormente, o Brasil será o primeiro mercado a vender o SUV reestilizado - nos EUA só no próximo ano. E o lançamento nacional, segundo apuramos, vai acontecer em três etapas, começando ainda neste primeiro trimestre. 

A primeira a chegar será a versão 2.0 que vai ganhar o motor do Focus com injeção direta de combustível - que rende até 178 cv com etanol. É nela que estarão as grandes novidades em termos de acabamento interno e equipamentos, como o novo sistema de entretenimento Sync 3 com tela sensível ao toque e o teto solar. Deverá ser oferecida somente com câmbio Powershift de seis marchas e acabamento Titanium.

 

Ford EcoSport 2018 Detroit

 

Num segundo momento será lançada a versão 1.5 Dragon, novo motor de 3 cilindros que promete potência acima dos 130 cv com o menor consumo de combustível da categoria. Por fim, virá o novo EcoSport 4WD, que deverá unir o motor 2.0 com injeção direta ao câmbio manual de seis marchas. Não deverá haver mudanças no sistema de tração integral sob demanda, concentrado na dianteira, mas que envia força ao eixo traseiro quando necessário.

Como é o novo Eco

Aqui no Salão de Detroit tivemos a primeira oportunidade de contato com o novo EcoSport. Por fora, a mudança atualiza o modelo com restante da linha Ford, enfim trazendo a grade mais destacada, novos faróis com projetor e novas luzes de neblina. Mudam também as rodas, com desenho mais sofisticado na versão Titanium. Atrás, a grande atração é a tampa lisa, sem o estepe preso à ela - solução, no entanto, que não será adotada no Brasil, pois nossa lei exige o estepe. Nos EUA e na Europa, o Eco virá com um kit de reparador de furos para compensar a falta do pneu sobressalente. Também o motor 1.0 EcoBoost ficará restrito aos mercados do "primeiro mundo". 

 

Ford EcoSport 2018 Detroit

 

Se por fora as novidades do SUV são de certo modo óbvias, é lá dentro que estão as melhores notícias. O painel foi todo redesenhado e ganhou muitos componentes do Focus, como volante, comandos dos faróis, comandos das janelas e um quadro de instrumentos mais estiloso e de melhor visualização. Além disso, o modelo recebeu uma central multimídia com tela sensível ao toque destacada no painel, de fácil acesso. E, por fim, o painel passou a ser de espuma injetada, como no Fiesta mexicano. A impressão de qualidade foi bastante reforçada. Agora resta saber se a Ford vai adotar todas essas mudanças no modelo brasileiro. 

Por Daniel Messeder, de Detroit (EUA)

Viagem a convite da Ford 

Ford EcoSport 2018 Detroit

Foto de: Redação