No acumulado, vendas recuaram quase 20% em relação a 2015

Se o ano de 2015 já não havia deixado saudades para a indústria automobilística brasileira, a situação em 2016 foi ainda pior. Principalmente para a Ford, que perdeu sua histórica 4ª posição para Hyundai e a 5ª para a Toyota, segundo dados da Fenabrave. O quinto lugar foi perdido por apenas 200 unidades (180.416 x 180.242), mas elas foram suficientes para a Toyota garantir presença no top 5 pela primeira vez. Com a Jeep (59.046), 10ª, a Toyota foi a única a crescer em relação ao ano anterior. No total, as vendas de veículos novos atingiram a marca de 1.986.389 unidades.

Leia também:

Diante das 2.476.823 unidades de 2015, este número representou uma retração de 19,8%. Para Alarico Assumpção Jr., presidente da entidade, 2016 foi “o pior da história da distribuição de veículos no Brasil nos últimos 11 anos”. Fatores como queda acentuada do PIB, desemprego e incertezas no cenário político contribuíram para o mau resultado do mercado. Para 2017, no entanto, a Fenabrave prevê um pequeno crescimento de 2,4% nas vendas de automóveis e comerciais leves.

Considerando apenas marcas, a Fiat foi superada pela Chevrolet após onze anos consecutivos na liderança. A diferença foi de mais de quarenta mil unidades (345.874 x 304.980) – em 2015, a desvantagem da norte-americana em relação à italiana foi superior a cinquenta mil unidades (439.165 x 387.971). Se o parâmetro for a fabricante, no entanto, a FCA, dona das marcas Fiat, Jeep, Chrysler, RAM e Dodge, vendeu mais do que a GM, com 364.026 unidades se somarmos apenas as vendas da Fiat e da Jeep.

Dona da maior retração do top 10 (-36,45%), a Volkswagen (228.456) viu a Hyundai (197.850) reduzir para pouco mais de 30 mil unidades uma diferença que havia sido maior do que 150 mil no ano anterior. A alemã também não terá saudades de 2016...

 

 Vendas acumuladas 2016 - Brasil

POS.

MARCA

TOTAL 2016

PART. (%)

TOTAL 2015

% VARIAÇÃO 16/15

1

CHEVROLET

345.874

17,41

387.971

-10,85%

2

FIAT

304.980

15,35

439.165

-30,55%

3

VW

228.456

11,5

359.494

-36,45%

4

HYUNDAI

197.850

9,96

204.664

-3,33%

5

TOYOTA

180.416

9,08

175.821

2,61%

6

FORD

180.242

9,07

253.614

-28,93%

7

RENAULT

150.032

7,55

181.563

-17,37%

8

HONDA

122.541

6,17

153.370

-20,10%

9

NISSAN

60.908

3,07

61.235

-0,53%

10

JEEP

59.046

2,97

41.791

41,29%

11

PEUGEOT

25.824

1,30

26.686

-3,23%

12

MITSUBISHI

24.876

1,25

41.064

-39,42%

13

CITROËN

24.531

1,23

31.533

-22,21%

14

MERCEDES-BENZ

13.155

0,66

20.089

-34,52%

15

BMW

11.857

0,60

15.852

-25,20%

16

AUDI

11.599

0,58

17.540

-33,87%

17

KIA

10.779

0,54

15.931

-32,34%

18

LAND ROVER

6.688

0,34

8.814

-24,12%

19

VOLVO

3.456

0,17

3.811

-9,32%

20

SUZUKI

3.448

0,17

5.259

-34,44%

21

LIFAN

3.412

0,17

5.006

-31,84%

 

Em dezembro

O mês de dezembro foi o melhor de 2016, com 199.024 unidades. Embora em alta de 14,66% em relação a novembro, o resultado foi 9,78% abaixo do registrado no mesmo período de 2015. Líder, a Chevrolet emplacou quase oito mil unidades a mais do que a Fiat (37.237 x 29.403) e chegou ao 16º mês consecutivo na ponta. A VW (23.058), quinta no mês anterior, completou a pódio das marcas que conseguiram ultrapassar os 10% de participação de mercado.

Separadas por menos de 200 unidades, Hyundai (18.088) e Toyota (17.922) travaram uma acirrada batalha pela quarta posição. A Ford (16.946), quarta em novembro, caiu para o sexto lugar.

 

Vendas dezembro

POS.

MARCA

QTDE.

PART. (%)

1

CHEVROLET

37.237

18,71

2

FIAT

29.403

14,77

3

VW

23.058

11,59

4

HYUNDAI

18.088

9,09

5

TOYOTA

17.922

9,00

6

FORD

16.946

8,51

7

RENAULT

14.049

7,06

8

HONDA

11.986

6,02

9

JEEP

7.766

3,90

10

NISSAN

7.058

3,55

11

PEUGEOT

2.705

1,36

12

CITROËN

2.641

1,33

13

MITSUBISHI

2.304

1,16

14

MERCEDES-BENZ

1.340

0,67

15

BMW

1.264

0,64

16

AUDI

1.109

0,56

17

KIA

968

0,49

18

LAND ROVER

562

0,28

19

JAC

503

0,25

20

SUZUKI

333

0,17

21

VOLVO

331

0,17

Fonte: Fenabrave