Fotos divulgadas mostram modelo bem parecido com o conceito Bulli

O retorno da Kombi já apareceu em diversos conceitos da Volkswagen. O mais recente deles foi a Bulli, mostrada em vários salões diferentes e em vários formatos. Mas agora parece que é para valer: a marca exibirá no Salão de Detroit mais um modelo da família I.D., que começou no Salão de Paris deste ano. E o novo modelo elétrico é certamente um monovolume. Ou uma minivan, se você preferir.

Leia também:

Segundo a Volkswagen, o novo I.D., ainda sem nome revelado, será fabricado sobre a plataforma MEB, a nova arquitetura elétrica da empresa. Mas, diferentemente do primeiro conceito, inspirado no Fusca e com um motor só, no eixo traseiro, ele terá dois motores elétricos, um para cada eixo.

A Volkswagen o descreve assim: "O conceito I.D. em Detroit forja uma conexão entre as origens legendárias da Volkswagen e seu futuro chocante. Seu conceito geral é revolucionário. Ele combina amplo espaço para viajar com uma enorme autonomia elétrica. Um novo sentimento de liberdade - com zero emissões. Uma nova época de mobilidade". Amplo espaço, sentimento de liberdade, como a das Kombi usadas pelos hippies nos anos 1960... Alguma dúvida do que se trata?

Para quem ainda tem uma ponta de questionamento, basta olhar a foto da dianteira do modelo: dianteira achatada e com um friso como o das primeiras Kombi saia-e-blusa, separando as duas pinturas. Apostamos em uma autonomia de 600 km e em 340 cv de potência, já que o I.D. mostrado em Paris tinha 170 cv com motor só no eixo traseiro. A recarga também deve levar apenas 30 minutos para devolver 80% de autonomia, ou 480 km. Além disso, o modelo deve ser autônomo, com o sistema I.D. Pilot. A versão de produção deve aparecer em 2020.

Fotos: divulgação

VW I.D. Microbus