Brasileiro volta à categoria após ter anunciado aposentadoria em 2016. Acordo pode ser desfeito caso Bottas não concretize sua ida à Mercedes

O Brasil não ficará sem piloto na Fórmula 1. Pelo menos é o que informa a Sky Sport Italia. A emissora italiana disse que Felipe Massa desistiu da aposentadoria e vai ocupar o lugar de Valtteri Bottas em 2017, que estaria indo para a Mercedes-Benz no lugar de Nico Rosberg, campeão de 2016.

O fator principal para a escuderia ter procurado Massa foi a experiência, já que em 2017 o piloto Lance Stroll, de 18 anos, fará sua estreia na Fórmula 1 e precisará de um companheiro de equipe que conheça bem a Williams. 

Fala-se que o salário de Massa foi aumentado em 50%, operação permitida com o desconto que a Williams terá sobre os motores Mercedes-Benz. Ele seria uma forma de recompensa pela liberação de Bottas. No total, o brasileiro receberá algo em torno de R$ 20 milhões no próximo ano.

A assinatura, ainda segundo a Sky, aconteceu nesta segunda-feira. Há uma cláusula que diz que, no caso de o acordo entre Bottas e a Mercedes não acontecer, o acordo será automaticamente desfeito.

Fotos: divulgação