Daimler diz que ainda estuda se importará ou não os modelos da nova geração

Tudo indica que a smart está se despedindo do Brasil. Depois de algumas notícias no começo do ano sobre a falta de unidades à venda, a empresa confirmou que agora só cuida do pós-venda e que a importação da nova geração do carro urbano ainda está em estudos. Em um mercado de vendas em queda, com olhos apenas para os SUVs, isso é quase um adeus.

A nova geração do smart começou a ser vendida na Europa em novembro de 2014. Se houvesse a intenção de vendê-la por aqui, os trabalhos de homologação já teriam sido feitos. O modelo divide plataforma com o novo Renault Twingo, modelo que a marca francesa nunca cogitou vender por aqui.

Para os fãs do carrinho, que era prático como nenhum outro modelo para a vida nas cidades, fica a expectativa de que o mercado melhore o suficiente para a Daimler rever os planos e voltar a considerá-lo para o Brasil. Uma esperança cada vez mais distante, considerando os rumos atuais.

Recall: Smart chama ForTwo no Brasil por problema na direção

Foto de: Dyogo Fagundes