Segundo L'equipe, Williams e piloto brasileiro estariam negociando permanência, caso Valtteri Bottas se transfira para Mercedes

A aposentadoria de Felipe Massa poderá esperar por pelo menos mais um ano. É o que diz o jornal francês L'Equipe. A publicação afirma que piloto e Williams estão negociando permanência, caso a ida de Valtteri Bottas para a Mercedes se concretize.

O time não gostaria de perder Bottas em um ano em que os regulamentos técnicos da categoria terão profunda mudança e tendo o piloto de 18 anos, Lance Stroll estreando no campeonato sem um companheiro experiente ao seu lado.

Claire Williams admitiu a perda do finlandês e sugeriu que o brasileiro seja a melhor alternativa.

"Estou muito contente em ver que uma equipe como a Mercedes coloque Valtteri como um potencial substituto para Nico", disse Williams entrevista à BBC. "Sempre soubemos de seu talento e estamos orgulhosos de que os líderes do campeonato reconheçam isso."

"No entanto, a Williams tem suas próprias ambições e devemos sempre garantir que damos a nossa equipe a melhor oportunidade para avançar. Qualquer alteração só seria feita se a Williams continuar em uma posição forte para competir e se desenvolver em 2017."

"Se permitimos a saída de Valtteri, só faríamos isso se uma alternativa experiente estivesse disponível, alguém como Felipe Massa, por exemplo."

"Qualquer que seja a decisão, deve ser para o melhor da equipe." 

Nesta quinta-feira a Mercedes anunciou que não terá o nome do substituto de Nico Rosberg em 2016, voltando a trabalhar neste trabalho apenas a partir de 3 de janeiro.

Felipe Massa, Williams F1 2016