Executivo é mais um nome forte do mercado escolhido a dedo para assessorar o presidente

CEO da maior fabricante de carros elétricos do mundo, Elon Musk foi anunciado nesta semana como um dos nomes responsáveis por compor a equipe econômica de Donald Trump. A missão do executivo será se reunir freqüentemente com o presidente no intuito de discutir experiências e partilhar conhecimentos da área, de modo a implementar o plano de ativação da economia e criação de empregos.

Além de Musk, a equipe contará com outros nomes de peso do mercado, incluindo Travis Kalanick, CEO da Uber, Indra Nooyi, CEO da PepsiCo, e Mary Barra, CEO da General Motors.

Curioso lembrar que parte desta mesma equipe fez duras críticas a Trump durante a campanha. O próprio Musk, por exemplo, disse que o chefão era "pouco forte e definitivamente não era a pessoa certa para ocupar a Casa Branca". Da mesma forma, Travis Kalanick disse que "se mudaria para a China" caso Trump fosse eleito. Pelo visto, as opiniões mudaram...

Leia também:

Fotos: divulgação

Elon Musk