Alemão justifica aposentadoria e revela trauma deixado por corrida final de 2016 em Abu Dhabi

Nico Rosberg pegou o mundo de surpresa quando anunciou sua aposentadoria da Fórmula 1 após se sagrar campeão mundial de 2016. O alemão se justificou dizendo que chegou ao topo do que poderia alcançar e agora pode se considerar satisfeito com sua estrada.

"É simples. Eu alcancei o topo do Everest na Fórmula 1 e foi justo dizer basta naquele momento. Mas eu acho que agora é mais justo olhar para trás, para tudo o que fiz nesta temporada e nas anteriores, em vez de pensar sobre o futuro ", admitiu o alemão.

"Certamente eu estarei mais tempo com a minha família. Eu consegui o que queria, cumpri um sonho que meu pai havia colocado em mim. Consegui vencer em Monte Carlo e estou calmo."

Nico assumiu que pretende se reaproximar de Lewis Hamilton após anos de rivalidade e também disse que a corrida em Abu Dhabi foi um dos motivos que o levaram a parar de correr.

"Pensar que em Abu Dhabi qualquer erro mínimo teria me custado o título é terrível. Este foi o ponto.”

“Estou satisfeito por ter conseguido tudo o que eu sonhei. Minha esposa está feliz. Agora ela terá um marido realmente em casa. Os sacrifícios dela também foram essenciais. Agora eu também posso voltar a ser amigo de Lewis (Hamilton) novamente", falou Rosberg.

"Vou me dedicar à minha família, que eu tenho visto pouco nestes anos, mas tenho muitos projetos. Eu tenho certeza que isso vai me divertir. Vou andar um pouco de kart e andar de bicicleta, mas por enquanto nada de carros de corrida. Só não vou vender sorvete em Ibiza", brincou.

Fotos: divulgação

Nico Rosberg - Campeão de Fórmula 1 2016