Após nono lugar no GP do Brasil, brasiliense ressalta aprendizado em temporada difícil em 2016

O brasileiro Felipe Nasr conquistou um importante nono lugar no GP do Brasil há duas semanas. O piloto garantiu por ora à Sauber o décimo lugar no campeonato de construtores, que deverá dar à escuderia cerca de 30 milhões de euros em premiações.

Felipe, que ainda está em conversações com Sauber sobre um lugar em 2017, acredita que os pontos devam ajudá-lo em suas negociações com a equipe.

"Espero que isso ajude com certeza", disse Nasr nesta quinta-feira.

"Se há algo que um piloto pode fazer é contribuir para sua equipe com pontos. Eu sei que esses pontos são valiosos, que eles significam recursos para o time no campeonato de 2017. É o melhor que eu poderia ter dado a eles."

O piloto brasileiro admitiu que conseguir marcar os primeiros pontos da temporada foi um grande impulso para a equipe após um ano tão difícil.

"Nós vimos os dois lados da moeda. No meu primeiro ano na F1 eu consegui muito", acrescentou.

"O segundo foi um momento muito difícil, com um carro pouco competitivo. Mas foi bom que conseguimos esses pontos no Brasil e estou certo de que isso dará um impulso à equipe.”

"Os pontos significam muito para mim e para a equipe, e espero que saibamos o futuro em breve."

Felipe Nasr, Sauber F1 Team