Selecionamos as melhores novidades e contamos o que mais interessa sobre elas

O Salão do Automóvel terminou domingo passado (20), mas seu legado continua. E o mais duradouro são os lançamentos que ele apresentou ao público. Uns já chegaram às concessionárias, enquanto outros levam um pouco mais de tempo. Selecionamos as 12 principais atrações da mostra e destrinchamos as informações mais importantes sobre eles, inclusive as duas principais em qualquer lançamento: quando chega e por quanto. Confira:

 

Salão de SP: Chery apresenta o Tiggo 2, que será nacional em 2017

 

Chery Tiggo 2

Quando chega? Primeiro semestre de 2017.

Qual a novidade? Primeiro SUV feito pela Chery no Brasil, o Tiggo 2, embora baseado na plataforma do Celer, é um modelo completamente novo, por dentro e for fora, e será o carro-chefe da marca por aqui. 

Por que é legal? Bem equipado e com opção de câmbio automático CVT, será uma alternativa mais em conta aos SUVs compactos em suas versões básicas e hatchs "aventureiros", como VW CrossFox e Renault Sandero Stepway.

Quanto vai custar? Entre R$ 50 mil e R$ 55 mil (preços estimados). 

 

Salão do Automóvel: Novo Cruze Sport6 2017 chega com design e acerto mais esportivos

 

Chevrolet Cruze Sport6

Quando chega? Dezembro de 2016.

Qual a novidade? Usa a mesma base e conjunto mecânico do sedã (motor 1.4 turbo flex de 153 cv e câmbio automático de seis marchas), mas com design próprio na traseira e também na dianteira. Aposta no estilo invocado, baseado na versão esportiva RS americana, além do pacote de equipamentos bastante completo.

Por que é legal: Traz acerto de suspensão e direção mais firme que os do sedã, mostrando que a GM quer vendê-lo para um público mais jovem e esportivo. Também só o hatch vem com teto-solar (de série na versão LTZ). Falta, porém, a opção de borboletas atrás do volante.

Quanto vai custar? R$ 89.990 (LT), R$ 102.190 (LTZ) e R$ 110.990 (LTZ2).

 

Chevrolet Tracker 1.4 Turbo 2017

 

Chevrolet Tracker

Quando chega? Janeiro de 2017.

Qual a novidade? A nova geração do SUV compacto chega com reestilização externa e uma ótima novidade na parte mecânica. Ele será o único da categoria com motor turboflex e câmbio automático de seis marchas. É o mesmo trem de força do Cruze.

Por que é legal? O motor 1.4 turbo possui 150 cv e 24,5 kgfm de torque, o que garantirá boas respostas desde as baixas rotações, como acontece com o Cruze, e consumo de combustível comedido (incluindo o sistema start/stop), algo que anda em falta nos SUVs. 

Quanto vai custar? R$ 79.990 (LT), R$ 89.990 (LTZ) e R$ 92.990 (LTZ2).

 

Honda WR-V 2017

 

Honda WR-V

Quando chega? Primeiro semestre de 2017.

Qual a novidade? Fazendo estreia mundial no Salão do Automóvel, o WR-V é aposta da Honda para fisgar os clientes abaixo do HR-V. É uma forma diferente de lidar com os hatchbacks aventureiros, como era o Fit Twist: com outro nome, altura livre do solo elevada e dianteira e traseira próprias. Deverá manter o motor 1.5 do Fit, em versões de câmbio manual e automático CVT.   

Por que é legal? Desenvolvido no Brasil e com estilo único, embora controverso, o "mini-crossover" deve conquistar os fãs da marca que não têm condições de comprar um HR-V, mas que também não se contentam apenas com o Fit. 

Quanto vai custar? Entre R$ 70 mil e R$ 80 mil (preços estimados).

 

Salão do Automóvel: Hyundai Creta estreia em janeiro com motores 1.6 e 2.0

 

Hyundai Creta 

Quando chega? Janeiro de 2017.

Qual a novidade? É a maior aposta da Hyundai para o segmento de SUVs compactos. Já está com produção confirmada na planta de Piracicaba (SP), onde dividirá as linhas de montagem com a família HB20. Tem visual exclusivo para o Brasil, incluindo nova grade e para-choques mais encorpados, além de luzes diurnas de LED e lanternas transparentes tipo "clear type". Oferece espaço interno satisfatório, garantido pelos 2,59 m de entre-eixos.

Por que é legal? Será um dos poucos do segmento a oferecer duas opções de motor flex. As versões de entrada terão um 1.6 da família Gamma, com 130 cv e 16,5 kgfm (câmbio manual ou automático de seis marchas), enquanto as de topo usarão um 2.0 da família Nu, de 166 cv e 20,5 kgfm (apenas automático). A tração, porém, será apenas dianteira. Dependendo da versão, ele terá até seis airbags, ESP e conexão com Apple Car Play e Android Auto. 

Quanto vai custar? Entre R$ 80 mil a R$ 110 mil (preços estimados). 

 

Salão do Automóvel: Já nacional, New Tucson dividirá loja com duas gerações anteriores

 

Hyundai New Tucson

Quando chega? Entre o fim de novembro e o início de dezembro.

Qual a novidade? Geração inteiramente nova, chega como opção intermediária na linha de SUVs da Hyundai. Foi apresentado publicamente no Salão do Automóvel de São Paulo e já está sendo produzido no complexo industrial de Anápolis (GO), ao lado do ix35 e do velho Tucson. Volta a usar o batismo da primeira geração e aposta forte em estilo e tecnologia (incluindo conectividade com Apple Carplay e Android Auto).

Por que é legal? O conjunto mecânico é bastante interessante: motor 1.6 Turbo de 177 cv com injeção direta e câmbio de dupla embreagem e sete marchas. Seu maior trunfo são os 27 kgfm de torque em uma faixa de 1.500 a 4.500 rpm. Desde a versão de entrada GL, o New Tucson oferece ar-condicionado de duas zonas, controles de tração e estabilidade, airbags laterais e de cortina, e bancos com regulagem elétrica.

Quanto vai custar? A partir de R$ 138.900.

 

Salão do Automóvel: agora mexicano, novo Kia Cerato 2017 chega ao Brasil por R$ 76.990

 

Kia Cerato

Quando chega? Novembro de 2016.

Qual a novidade? Lançado no começo do ano, o Cerato com visual reestilizado (nova dianteira e faróis com LEDs diurnos) agora chega ao Brasil importado do México (o atual vem da Coreia do Sul).

Por que é legal? Quando foi lançado por aqui, em 2009, o Cerato era o carro-chefe da Kia. Após a mudança do IPI, as vendas despencaram mesmo diante de um produto interessante. Agora, com produção no México, o médio coreano pode voltar a ter dias melhores em nosso mercado. Tanto pelo preço, competitivo com o dos concorrentes, quanto por um volume provavelmente mais generoso de importação. 

Quanto vai custar? R$ 76.990.

 

Salão do Automóvel: novo Discovery fica 480 kg mais leve e começa a ser vendido em 2017

 

Land Rover Discovery 2018

Quando chega? Meados de 2017.

Qual a novidade? O Discovery 2018 estreou no Brasil apenas um mês depois da apresentação mundial, em Paris. Sob o titulo de "melhor SUV familiar do mundo", o modelo de sete lugares ganha a nova cara da Land Rover, além de evoluções importantes na estrutura (ele é 480 kg mais leve que o anterior).

Por que é legal:  Apesar de abandonar o estilo "quadradão", o Discovery ainda continua imponente. Graças ao peso mais baixo, promete dirigibilidade superior, melhor desempenho e menor consumo, sem contar a lista de equipamentos farta que inclui a terceira fileira de bancos com rebatimento elétrico. Terá versões a gasolina e diesel.

Quanto vai custar? Entre R$ 350 mil e R$ 450 mil (preços estimados). 

 

Salão do Automóvel: Nova Nissan Frontier chega em 2017 com 190 cv e sete marchas

 

Nissan Frontier

Quando chega? Primeiro trimestre de 2017.

Qual a novidade? É a resposta direta da Nissan às novas gerações de Toyota Hilux e Mitsubishi L200 Triton, além das renovadas Ford Ranger e Chevrolet S10. Chegará ao Brasil inicialmente importada do México, mas será produzida na Argentina a partir de 2018 ao lado das irmãs Renault Alaskan e Mercedes-Benz Classe X. Ela vem sendo anunciada pela marca como a melhor da categoria em termos de vão livre e de capacidade off-road.

Por que é legal? Traz novidades mecânicas interessantes para o segmento. O motor 2.3 turbodiesel é um dos menores da categoria, sendo capaz de render 190 cv e 45,9 kgfm de torque. O câmbio automático tem sete marchas e a tração é integral. No lugar do tradicional e pouco confortável feixe de molas, a suspensão traseira possui eixo rígido com sistema multilink. 

Quanto vai custar? Entre R$ 180 mil e R$ 200 mil (preços estimados). 

 

Salão do Automóvel: agora um SUV arrojado, novo Peugeot 3008 chega em 2017

 

Peugeot 3008

Quando chega? Primeiro semestre de 2017.

Qual a novidade? Tudo. O crossover assume o lado SUV de vez e chega completamente novo. A plataforma é a EMP2, modular e a mais atual da PSA, e o interior recebe a segunda geração do i-Cockpit, com volante menor e painel de instrumentos elevado com tela de TFT.

Por que é legal? A Peugeot trará o 3008 para brigar no segmento de SUVs médios. Embaixo do capô, o já conhecido 1.6 THP de 165 cv com o câmbio automático de seis marchas e um visual matador por dentro e por fora. Deixou até o novo Hyundai Tucson conservador.

Quanto vai custar? Entre R$ 120 mil a R$ 150 mil (preços estimados).  

 

Renault Captur tem início de pré-venda com preços entre R$ 89 mil e R$ 95 mil

 

Renault Captur

Quando chega? Fevereiro de 2017.

Qual a novidade? Até a Marina Ruy Barbosa foi chamada para fazer propaganda do novo SUV da Renault. O Captur será feito em São Jose dos Pinhais (PR) sobre a mesma plataforma do Duster, com uma lista de equipamentos que incluem partida por botão, chave tipo cartão e ar-condicionado automático.

Por que é legal? O Captur será um dos modelos que terão o novo motor 1.6 SCe de 4-cilindros da Renault, com 120 cv e ligado ao câmbio CVT. Os mais caros manterão o 2.0, mas ainda com câmbio de automático de quatro marchas.

Quanto vai custar? Em pré-venda, a versão 2.0 custa entre R$ 89 mil e R$ 95 mil.

 

Salão do Automóvel: Renault Kwid aparece em forma de

 

Renault Kwid

Quando chega? Primeiro semestre de 2017.

Qual a novidade? A Renault o chama de SUV. Mas estamos diante do substituto do clássico Clio e novo oponente de VW up! e Fiat Mobi, em suas versões aventureiras. Antes de chegar ao Brasil, ele passou por diversas mudanças estruturais e de segurança para não passar vergonha nos testes de impacto, como ocorreu na Índia.

Por que é legal? Promete ser barato e econômico, já que terá o motor SCe 1.0 de 3 cilindros com duplo comando variável e outras tecnologias. Por dentro, é simples e espaçoso. A versão nacional terá quadro de instrumentos analógico (semelhante ao do Sandero) e virá de série com airbags laterais (primazia na categoria). Por fora, tem bom vão livre para explorar as selvas urbanas.

Quanto vai custar? Se for na mesma tocada dos concorrentes, pode começar nos R$ 40 mil (preço estimado).