Hatch médio ganha visual reestilizado e autonomia ampliada para 200 km

Poucos dias após ter sido revelado, o Volkswagen Golf 2017 agora aparece em sua versão elétrica, o e-Golf. Apresentado no Salão de Los Angeles, o modelo amigo do meio ambiente traz, além do visual reestiizado, melhorias técnicas, com destaque para a maior autonomia. 

Recebendo as mesmas mudanças externas das versões a combustão, o e-Golf traz como novidade novas baterias de íon-lítio de 35,8 kWh, no lugar da antiga (24,2 kWh). De acordo com a Volkswagen, a mudança garante quase 50% de aumento na autonomia, algo em torno de 200 km com uma única carga.

 

2017 Volkswagen e-Golf

 

Para tornar o hatch médio mais atrativo, a Volkswagen ainda dotou o modelo com um novo carregador portátil de 7,2 kW que garante recarga em menos de seis horas em uma estação de carregando tradicional. O modelo topo de gama SEL premium permite o carregamento rápido DC, que garante 80% de carga com pouco mais de uma hora em uma estação de carregamento rápido - item opcional nas versões inferiores.

Falando em segurança, o e-Golf 2017 traz sistemas cada vez mais presentes nos veículos modernos, como alerta de colisão frontal com frenagem de emergência e um pacote adicional com Cockpit Digital, controle de cruzeiro adaptativo, monitoramento de pedestres, monitor de pontos-cegos e ainda alerta de saída de faixa e assistentes de estacionamento e faróis. 

 

2017 Volkswagen e-Golf

 

Já o interior do hatch médio em sua versão elétrica possui as mesmas características do restante da gama atualizada. Na prática, quer dizer que ele também recebeu a enorme tela multimídia de 9,2" com comandos por gestos, Apple CarPlay, Android Auto e integração MirrorLink.

 

Brasil aguarda Golf GTE

 

No Brasil, a expectativa é de lançamento da versão plug-in híbrida GTE. Lembrando que em 2015, a Volkswagen divulgou um comunicado afirmando que o modelo estava sendo testado e adaptado para as condições brasileiras. Além disso, o hatch "verde" também já foi flagrado diversas vezes no país.  

Apresentado no Salão do Automóvel de 2014, o GTE é a quinta opção de motorização oferecida para o Golf no mundo, juntando-se às versões a gasolina, diesel, gás natural comprimido e totalmente elétrico. O conjunto híbrido é composto pelo motor 1.4 TSI de 150 cv associado ao motor elétrico que chega a 102 cv. A potência combinada do sistema é de 204 cv, com torque de 35,7 kgfm, que permite aceleração de 0 a 100 km/h em apenas 7,6 segundos e velocidade máxima de 222 km/h (no modelo 100% elétrico a velocidade máxima é de 130 km/h).

 

 

 

Volkswagen e-Golf 2017