Jipe nacional pode inspirar modelo americano com a plataforma da Ranger

Quem te viu, quem te vê. Para uma empresa que nasceu legitimamente brasileira, como a Troller, é uma surpresa ver no Salão do Automóvel o T4 Xtreme, projetado no Centro de Design da Ford em Camaçari (BA).

Tudo bem que o T4 surgiu como um clone do Jeep Wrangler, com peças de outras marcas, como motor e painel Volkswagen, mas o Xtreme lembra o conceito da Ford do clássico Bronco, principalmente na dianteira com o nome da marca escrito em destaque e nas linhas quadradas. Faz sentido. Afinal, a empresa cearense, nascida em 1995 em Horizonte, agora pertence à Ford e usa peças de modelos da marca americana.

Por dentro, há dois bancos na frente e um atrás, como os primeiros jipes, central multimídia e compartimentos nas laterais traseiras para armazenamento de ferramentas necessárias no uso off-road. O snorkel foi integrado à coluna A, com entrada pelo alto do para-brisas, e diversas peças foram construídas por impressão 3D.

Salão do Automóvel: T4 Xtreme é um conceito Troller com toques de Bronco

O Troller T4 Xtreme aparece em um momento em que as pistas sobre o retorno do Ford Bronco ao mundo se intensificam. Depois de um "deslize" da Ford ao responder ao novo presidente americano, Donald Trump, sobre a ida de parte da produção ao México, ficou claro que um novo SUV chamado Bronco será produzido nos Estados Unidos.

Na Austrália, já existem informações sobre protótipos rodando usando a plataforma da picape Ranger, encurtada, assim como seus motores e câmbios. "Coincidentemente", o nosso T4 usa justamente o motor e câmbio da Ranger, o 3.2 de 5-cilindros turbodiesel de 200 cv, ligado ao câmbio manual de seis marchas e tração 4x4 com reduzida. Será que há anos temos o Ford Bronco e não sabíamos?

Fotos: Donizetti Castilho  

Salão do Automóvel: T4 Xtreme é um conceito Troller com toques de Bronco

Foto de: Leo Fortunatti