Cotado para o Brasil, arrojado Toyota C-HR começa a ser produzido na Europa

A Toyota iniciou nesta semana em Sakarya, na Turquia, a produção em série do crossover C-HR. Investida da marca em um dos segmentos que mais cresce no mercado mundial, o modelo divide linhas de montagem com o sedã Corolla e o monovolume Verso, sendo o primeiro veículo híbrido produzido em solo turco. "O segmento de SUVs está crescendo rapidamente e este carro representa a forte entrada da Toyota neste nicho", avalia o executivo Van Zyl, presidente e CEO da Toyota Motor Europe (TME). O C-HR é também o primeiro carro montado sobre a plataforma modular TNGA produzido fora Japão. Na fábrica turca a capacidade de produção anual é 280 mil exemplares e 80% do volume têm como destino mercados da Europa. Em breve o leque de destinos será ampliado com a exportação de unidades para Estados Unidos, Canadá, África do Sul e Taiwan. Sob o capô, há motores 1.2 turbo de 115 cavalos e 2.0 com 144 cv, além de uma opção híbrida com 144 cv. C-HR no Brasil Apresentado no Salão do Automóvel em formato conceitual, o C-HR é bastante cotado para o Brasil. Durante o Salão, a Toyota disse que ainda está estudando a reação do público local a um modelo que é bastante arrojado. Todavia, os concessionários pressionam para que a novidade seja oferecida localmente no máximo em 2018. Por aqui, terá Honda HR-V, Jeep Renegade, Nissan Kicks e Renault Captur como principais concorrentes. Fotos: Donizetti Castilho

Cotado para o Brasil, arrojado Toyota C-HR começa a ser produzido na Europa

Foto de: Dyogo Fagundes