Motos: produção cai 33,4% no 1º semestre e emplacamentos continuam em baixa

Ainda sem sinais de recuperação, a produção de motos no Brasil apresentou queda de 33,4% no primeiro semestre de 2016, em relação ao mesmo período do ano passado. De acordo com a ABRACICLO, associação que reúne os fabricantes do setor, de janeiro a junho de 2016 saíram das linhas de produção 464.357 motocicletas. Em junho, foram fabricadas 81.387 unidades, uma retração de 11,8% frente a maio e 30,4% em relação ao mesmo mês do ano passado.
Motos: produção cai 33,4% no 1º semestre e emplacamentos continuam em baixa
Exportações Favorecidas pela recuperação da Argentina, as exportações cresceram, somando 31.134 unidades entre janeiro e junho, aumento de expressivos 70,7% em relação ao mesmo período do ano passado (18.241). No mês de junho foram embarcadas 7.657 motocicletas, alta de 36,6% ante a maio e 39,8% em comparação com o sexto mês de 2015. 
Motos: produção cai 33,4% no 1º semestre e emplacamentos continuam em baixa
Emplacamentos Assim como a produção, o número de emplacamentos caiu. Com base nos registros do RENAVAM foram 469.581 motos licenciadas no primeiro semestre de 2016 (em 2015 foram 641.707 unidades), um recuo de 26,8%. No mês de junho, foram 73.343 emplacamentos, 4,3% a menos que no mês anterior e 27,5% na comparação com junho de 2015. “Com exceção das vendas externas, o resultado do semestre ficou aquém do esperado pela indústria de duas rodas. Desta forma, revisamos nossas projeções para baixo. Para o fechamento do ano, prevemos uma queda de 13,7% na produção, 14,3% no atacado e 16,7% nos licenciamentos”, afirma Marcos Fermanian, presidente da ABRACICLO.
Motos - resultados de 2015 e nova projeção para 2016
2015 2016 Qtde Variação %
Produção 1.262.708 1.090.000 - 172.708 - 13,7%
Atacado 1.189.933 1.020.000 - 169.933 - 14,3%
Varejo 1.224.597 1.020.000 - 204.597 - 16,7%
Exportação 69.123 70.000 877 1,3%
Fonte: Abraciclo

Motos: produção cai 33,4% no 1º semestre e emplacamentos continuam em baixa

Foto de: Redação