Jeep Renegade começa a ser exportado para o Paraguai com motor 1.8 e-TorQ

A Jeep anuncia nesta semana a chegada do Renegade brasileiro ao Paraguai. Oferecido em três versões de acabamento, o SUV estreia no país vizinho sempre com motor 1.8 eTorQ, mas movido apenas a gasolina e com potência de 132 cavalos. O câmbio pode ser manual de cinco marchas ou automático de seis velocidades na configuração Sport e sempre automático no acabamento Longitude - por lá a opção topo de gama. LEIA TAMBÉM: Paraguai inaugura produção de automóveis e o primeiro modelo é o JAC J2 Renegade surpreende e ajuda Jeep a bater recorde de vendas na Europa Renegade já soma mais de 65 mil unidades vendidas no Brasil; 83% têm câmbio AT
Jeep Renegade começa a ser exportado para o Paraguai com motor 1.8 e-TorQ
De série, não faltam itens como duplo airbag, freios ABS, Isofix, controle de estabilidade, controle de tração, freios a disco nas quatro rodas, assistente para arranque em subidas, entre outros. Completa a gama rodas aro 16", ar condicionado, sistema de som com seis alto-falantes, computador de bordo e faróis de neblina. O modelo Longitude adiciona sete airbags, sistema de entretenimento com tela de sete polegadas, rodas aro 18", ar de duas zonas, entre outros.
Jeep Renegade começa a ser exportado para o Paraguai com motor 1.8 e-TorQ
Sob o capô, o motor E.torQ EVO rende 132 cavalos, sendo sempre abastecido com gasolina. O câmbio pode ser manual ou automático, mas a tração é sempre dianteira. Os preços começam em 110.441.980 guaranis (R$ 63.619) para o modelo Sport MT, e chegam a 152.624.300 (R$ 87.900) no Longitude AT. Fotos: Divulgação 

Jeep Renegade começa a ser exportado para o Paraguai com motor 1.8 e-TorQ

Foto de: Dyogo Fagundes