Chevrolet Classic: produção segue na Argentina, mas não virá mais ao Brasil

Veterano nas linhas de produção da GM, o Chevrolet Classic continuará sendo produzido na Argentina apenas para atender o mercado local. Conforme apurou o site autoblog.ar, a marca norte-americana está reduzindo gradativamente a produção do modelo, sendo que ele deixou de ser exportado para o Brasil desde maio. Leia também: Volta Rápida: Onix e Prisma Joy trazem o melhor da renovação, menos o visual
Chevrolet Classic: produção segue na Argentina, mas não virá mais ao Brasil
Produzido no país vizinho desde 1998 (no Brasil começou como Corsa Sedan em 1995), o sedã compacto da Chevrolet é o carro mais longevo da indústria automotiva local. Derivado da segunda geração do Corsa, o modelo deu origem ao Chevrolet Prisma de geração passada (versão sedã do Celta), que já foi descontinuado.
Chevrolet Classic: produção segue na Argentina, mas não virá mais ao Brasil
Chevrolet Classic (modelo pré-reestilização) Com o lançamento dos novos Onix e Prisma Joy 2017, versões mais baratas dos compactos produzidos em Gravataí (RS), o Classic vai ser gradualmente substituído pelos novatos, que em pouco tempo devem ocupar o seu lugar no mercado. Por enquanto, a GM continua a vender o Classic normalmente por aqui, se apoiando nos estoques existentes. Disponível no configurador da Chevrolet por R$ 32.670, o veterano continua na linha de produção argentina ao lado do Agile (feito apenas para o mercado local) por tempo indeterminado. Fotos: divulgação

Chevrolet Classic: produção segue na Argentina, mas não virá mais ao Brasil

Foto de: Redação