Ford inaugura novo centro de exportação de peças no Brasil

Com o objetivo de centralizar as operações logísticas, a Ford anuncia que a partir de 1º de agosto começa a operar o novo centro de distribuição de peças para exportação. Localizado na cidade de Suzano, na Grande São Paulo, o centro irá abastecer 12 fábricas da marca localizadas na Argentina, Venezuela, México, Rússia, China, Vietnã e Tailândia, Índia e África do Sul - estas últimas com duas unidades cada. Trazendo vantagens operacionais e menor complexidade, a nova unidade irá tornar mais ágil o fornecimento de peças brasileiras para outros países. As instalações incluem escritório, duas docas físicas, além de outras 17 docas virtuais considerando os espaços no solo para depósito de contêineres. Anteriormente, o processo acontecia no depósito instalado em São Bernardo do Campo, SP, que recebia as remessas de 166 fornecedores externos, totalizando mais de 2.000 peças diversas para carros, picapes e caminhões. A partir daí, a unidade São Bernardo consolidava o material e realizava o transporte para o centro de distribuição no Cragea para o desembaraço e exportação - no ano passado a operação movimentou mais de 1.050 contêineres, equivalentes a 54.000 mil metros cúbicos de carga. “Com o novo entreposto, a logística agora será racionalizada. A entrega será feita diretamente no Cragea e de lá as exportações seguem para os destinos de saída do País, como o Porto de Santos, os aeroportos de Guarulhos ou Viracopos, em Campinas, e ainda por rodovia na fronteira do Brasil e Argentina. Isso significa economia de recursos, tempo e controle”, diz Emerson Miguel, supervisor de Logística da Ford. Foto: divulgação