Multas de trânsito mais caras a partir de novembro; reajuste mínimo será de 53%

Conforme havia sido anunciado no início do ano, as multas de trânsito no Brasil ficarão (bem) mais caras a partir de novembro. O CTB - Código Brasileiro de Trânsito sofreu mudanças propostas pelo Senado Federal, que instituiu novos valores (aumento entre 53% e 300%). Hoje, a multa mais barata é de R$ 53,20, infração leve e três pontos anotados na CNH. A mais alta é a gravíssima, quando multiplicada por 10, que eleva o valor a R$ 1.915,40. Com a nova tabela, os valores ficarão entre R$ 88,38 e R$ 2.934,70.
Multas de trânsito mais caras a partir de novembro; reajuste mínimo será de 53%
Entre as infrações mais comuns, utilizar celular ao volante, que hoje rende multa R$ 85,13 e quatro pontos na carteira, com o reajuste de 300% vai a R$ 293,47, mesmo valor aplicado a quem avançar o sinal vermelho. No caso de multa por excesso de velocidade (até 20% acima do permitido), o valor passará de R$ 85,13 para R$ 130,16. Entre 20% e 50% acima do limite permitido, a multa irá de R$ 127,69 para R$ 195,23.
Multas de trânsito mais caras a partir de novembro; reajuste mínimo será de 53%
Leia também: Multa por farol desligado em rodovia sinalizada é liberada pela Justiça Veja a tabela abaixo: Leve (3 pontos): de R$ 53,20 para R$ 88,38 Média (4 pontos): de R$ 85,13 para R$ 130,16 Grave (5 pontos): de R$ 127,69 para R$ 195,23 Gravíssima (7 pontos): de R$ 191,54 para R$ 293,47 Gravíssima x 3 (21 pontos): de R$ 574,62 para R$ 880,41 Gravíssima x 5 (35 pontos): de R$ 957,70 para R$ 1.467,35 Gravíssima x 10 (70 pontos): de R$ 1.915,40 para R$ 2.934,70 Fonte: CTB

Multas de trânsito mais caras a partir de novembro; reajuste mínimo será de 53%

Foto de: Redação