Nissan é acusada de utilizar software manipulador de emissões

O governo da Coreia do Sul acusou a Nissan de manipular as emissões do Qashqai movido a diesel. A marca japonesa será penalizada com multa de US$ 280 mil e recall de 814 unidades do utilitário que é importado do Reino Unido. Apesar de inicialmente restrita a Coreia, a descoberta gerou desconforto para a Nissan, que há poucos dias anunciou a compra de 34% da Mitsubishi após o anúncio das fraudes em números de consumo nos modelos vendidos no Japão desde 1991. O Ministério do Meio Ambiente da Coreia do Sul acredita que a Nissan tenha utilizado um dispositivo que desliga o sistema de redução de gases em temperatura abaixo do normal durante a condução, fornecendo dessa forma, medições diferentes em condições de teste e uso real.
Nissan é acusada de utilizar software manipulador de emissões
A Nissan contestou a conclusão e negou qualquer irregularidade. "A Nissan não tem e não emprega manobra ilegal ou dispositivo enganador em qualquer um dos carros que produz", disse em nota, acrescentando que realiza testes utilizando métodos similares aos da União Europeia.

Nissan é acusada de utilizar software manipulador de emissões

Foto de: Redação