Nissan Frontier e Mitsubishi L200 Triton deverão compartilhar plataforma

Anunciada há poucos dias, a compra de 34% das ações da Mitsubishi pela Nissan já começa a render resultados. Em entrevista concedida ao site australiano CarAdvice, o CEO do grupo Renault-Nissan, o brasileiro Carlos Ghosn, adiantou que as picapes Frontier e L200 Triton devem se aproximar mecanicamente no futuro. Detalhes não foram esclarecidos, mas a tendência é que ambas passem a compartilhar a plataforma. A medida deve diminuir drasticamente os custos de pesquisa e desenvolvimento, além de facilitar os processos produtivos. A concretização do projeto, porém, deve demorar, levando em conta que as gerações atuais das duas picapes são recentes e devem durar no mercado até pelo menos 2020. Vale lembrar que, mesmo dividindo arquitetura, cada modelo terá design e identidade próprios. Não custa lembrar, a linhagem corrente da Frontier emprestará sua base para a Renault Alaskan e a futura picape Classe X da Mercede-Benz. Leia também: Nissan compra 34% das ações da Mitsubishi após fraude em consumo