Nissan compra 34% das ações da Mitsubishi após fraude em consumo

US$ 2,18 bilhões. Este é o valor que a Nissan pagará para obter 34% das ações da Mitsubishi Motors Corporation e se tornar a maior acionista da montadora, segundo documentos encaminhados para a FSA (Agência de Serviços Financeiros). A transação acontece em um momento delicado para a MMC, que viu seu valor e credibilidade com o público caírem após o anúncio das fraudes em números de consumo nos modelos vendidos no Japão desde 1991. A Nissan, que já possui uma parceria com a Mitsubishi para o fornecimento de mini-carros no mercado japonês, foi quem descobriu a diferença nos números de consumo que logo após foi levada ao público pelo presidente da MMC, Osamu Masuko. Segundo Carlos Ghosn, CEO da Nissan, a medida serve para melhorar a imagem da Mitsubishi diante do mercado e público. Com a compra das ações, a Nissan terá participação nas áreas administrativas e de engenharia, como o uso de plataformas em novos modelos e tecnologias compartilhadas, além de divisão de fábricas em mercados em crescimento. Vale lembrar que a Nissan já possui uma aliança com a Renault, tendo participação de 15% na francesa.
Nissan compra 34% das ações da Mitsubishi após fraude em consumo
O negócio deve ser assinado no próximo dia 25 e, após sua conclusão em outubro, a Nissan deve propor a participação de seus diretores na administração conforme seu número de ações, inclusive com a indicação um nome para a presidência do Conselho Administrativo.

Nissan compra 34% das ações da Mitsubishi após fraude em consumo

Foto de: Redação