Mitsubishi: fraudes em índices de consumo vêm sendo feitas desde 1991

Descobertas na semana passada, as fraudes praticadas pela Mitsubishi na medição de índices de consumo de combustível no Japão definitivamente não são recentes. Conforme explica a agência de notícias Reuters, os métodos "pouco ortodoxos" usados pela marca vêm sendo realizados desde 1991 e, portanto, devem afetar um número infinitamente maior de veículos que as 625 mil unidades anunciadas. Até então, a empresa havia admitido que burlava as normas desde 2002.
Mitsubishi: fraudes em índices de consumo vêm sendo feitas desde 1991
Os métodos usados eram diferentes dos exigidos pelas leis japonesas e consistiam em modificar a pressão de ar aplicada aos pneus. Dessa forma, os índices de eficiência energética alcançados eram bem melhores que os obtidos na prática. Segundo Tetsuro Aikawa, chefão da empresa, a gravidade do caso está sendo avaliada de perto e uma compensação sobre o assunto está sendo discutida. Desde o anúncio do escândalo o valor de mercado da Mitsubishi já caiu pela metade.

Mitsubishi: fraudes em índices de consumo vêm sendo feitas desde 1991

Foto de: Dyogo Fagundes