Moto GP: Jorge Lorenzo deixa Yamaha e correrá de Ducati em 2017

Chega ao fim um casamento de quase 10 anos entre a Yamaha e o piloto Jorge Lorenzo. Por uma gorda oferta de 24 milhões de Euros, o atual campeão da Moto GP assinou com a rival Ducati para ser o principal piloto e líder da equipe nas temporadas de 2017 e 2018.
Moto GP: Jorge Lorenzo deixa Yamaha e correrá de Ducati em 2017
Esta conversa entre o piloto e a equipe italiana já era um boato desde os treinos para a primeira etapa deste ano, no Qatar. Com um relacionamento complicado com a estrela da Yamaha, Valentino Rossi, desde a sua chegada em 2008 e a oportunidade de ser o principal piloto, a mudança era até esperada. A Yamaha ainda não comentou sobre quem substituirá seu segundo piloto no próximo ano (o mais cotado é Maverick Viñales, da Suzuki), assim como a Ducati não falou nada sobre dispensa de um de seus atuais pilotos - Andrea Dovizioso ou Andrea Iannone.
Moto GP: Jorge Lorenzo deixa Yamaha e correrá de Ducati em 2017
Com Lorenzo, a marca italiana busca acabar com o domínio de Honda e Yamaha na Moto GP a partir de 2017, tornando as brigas nas pistas mais emocionantes. Se dentro da mesma equipe Lorenzo e Rossi já protagonizavam disputas históricas e polêmicas, que dirá em marcas diferentes... Colaboração: Leonardo Fortunatti Fotos: Divulgação

Moto GP: Jorge Lorenzo deixa Yamaha e correrá de Ducati em 2017

Foto de: Redação2