VW: escândalo do dieselgate afeta mais de 40 mil carros na Argentina

Atribuído no Brasil apenas à picape Amarok produzida entre 2011 e 2012 (cerca de 17 mil exemplares no total), o escândalo do dieselgate alcançou proporções bem maiores na Argentina. Segundo informado, são ao todo 42.716 unidades equipadas com motor EA189 vendidas no país, o que inclui versões dos modelos Amarok, Tiguan, Passat e Vento (Jetta aqui no Brasil). No mundo todo o problema afeta quase 10 milhões de carros (marcas Audi, Volkswagen, Seat e Skoda), sendo a maioria concentrada em países da Europa.
VW: escândalo do dieselgate afeta mais de 40 mil carros na Argentina
De acordo com a Volks da Argentina, todos os proprietários dos modelos afetados serão notificados sobre o caso. Até o momento não há previsão para realização de recall no país, tendo em vista que testes ainda estão sendo feitos localmente e nenhum plano de ação foi traçado. A convocação, segundo estimativas, deve acontecer apenas em 2016. A marca, porém, deixa claro que o defeito não afeta a segurança dos carros.

VW: escândalo do dieselgate afeta mais de 40 mil carros na Argentina

Foto de: Dyogo Fagundes