Volkswagen não vai reduzir preços mesmo com queda nas vendas

Queda nas vendas é motivo para redução de preços? A lei da oferta e demanda diz isso, mas na prática não é bem assim que as coisas acontecem. Motivo de questionamento aqui no Brasil, já que passamos por um período de forte retração no setor, raramente as marcas tem reduzido suas tabelas em função disso. Nesse sentido, a Volkswagen manifestou sua intenção de prosseguir com os preços atuais nos Estados Unidos, mesmo com a queda nas vendas por lá.
Volkswagen não vai reduzir preços mesmo com queda nas vendas
É importante destacar que, obviamente, existem muitos custos envolvidos na produção de automóveis, seja aqui, nos Estados Unidos ou na Europa, ficando inviável para a empresa que quer lucrar diminuir o preço do veículo, preferindo muitas vezes manter um alto estoque ou realizar corte de funcionários, por exemplo.
Volkswagen não vai reduzir preços mesmo com queda nas vendas
O anúncio foi feito por Christian Klingler, membro do conselho do Grupo Volkswagen de marketing e vendas. O executivo disse que analistas se reuniram no anúncio dos resultados da empresa no primeiro trimestre para tomar a decisão.
Volkswagen não vai reduzir preços mesmo com queda nas vendas
Klingler acrescentou ainda que a Volkswagen vai continuar com a estratégia de preços atual e a empresa prefere arriscar a perder cota em vez de implementar cortes de preços. "Nós não vemos grandes mudanças necessárias em termos de nossa estratégia de preços, acreditamos que é a estratégia certa, a longo prazo", explicou.
Volkswagen não vai reduzir preços mesmo com queda nas vendas
Esta decisão é até uma surpresa, tendo em conta que as vendas da VW nos Estados Unidos no mês passado caíram 2,7%, para 30.009 unidades. O executivo da empresa alemã acredita que as vendas da marca nos Estados Unidos este ano vão ser "mais ou menos no mesmo nível" do ano passado, quando a VW vendeu quase 367 mil unidades, representando 10% menos que em 2013. A diminuição ocorre em um momento em que o mercado global dos Estados Unidos aumentou 4,6% em abril e 5,4% nos primeiros quatro meses de 2015. Galeria de fotos:

Volkswagen não vai reduzir preços mesmo com queda nas vendas