Argentina inicia inédita exportação de veículos para EUA e Canadá

Argentina inicia inédita exportação de veículos para EUA e Canadá
Pela primeira vez em décadas de indústria automobilística, a Argentina exportará veículos para os dois maiores países da América do Norte. Conforme informado, a Mercedes-Benz enviará para os Estados Unidos e o Canadá um lote de 8.600 unidades do comercial Sprinter. O montante será dividido durante todo o ano de 2016 em 8.000 exemplares para o mercado estadunidense e 600 para o canadense. O primeiro lote de 330 unidades foi exportado na semana passada. O Sprinter é produzido na fábrica de Virrey del Pino, nos arredores de Buenos Aires, e está em sintonia com a geração vendida na Europa. De acordo com a Mercedes, a operação renderá à Argentina divisas na casa dos US$ 300 milhões (mais de R$ 1 bilhão ao câmbio atual). Em nota, a marca destaca ainda que os novos mercados compensarão a baixa demanda amargada nos últimos meses pelo Brasil, de modo a assegurar mais de 2.500 empregos.
Argentina inicia inédita exportação de veículos para EUA e Canadá

Brasil também já exportou

Bem antes da Argentina, o Brasil também já enviou veículos para a América do Norte. Os Volkswagen Voyage e Parati, por exemplo, foram vendidos nos Estados Unidos e Canadá como Volkswagen Fox entre 1987 e 1993, tendo mais de 200 mil exemplares emplacados. Mais recentemente (até 2009, para ser mais preciso), nosso Golf da geração passada foi enviado também para o Canadá, onde era vendido como Golf City.

Argentina inicia inédita exportação de veículos para EUA e Canadá

Foto de: Dyogo Fagundes