Kawasaki lança Ninja H2 por R$ 120 mil e apresenta novas Versys, Vulcan e Z300

A noite de gala era para a apresentação da especialíssima Ninja H2, a superesportiva equipada com motor supercharger, mas a Kawasaki surpreendeu e apresentou, na noite desta segunda-feira em São Paulo, todas as novidades da linha 2016, que chegam às lojas brasileiras entre abril e julho deste ano. Além da H2, estavam presentes as novas Versys 650 e 1000, a naked Z300 e a custom Vulcan 650 - sem contar a KLX 110, específica para uso cross. Trata-se de uma resposta necessária da Kawasaki ao mercado, após queda nas vendas e fechamento de algumas revendas em 2014. Ou seja, além de renovar sua linha, também amplia seu leque ao entrar em segmentos até então não explorados pela empresa por aqui. Ninja H2 Inspirada na clássica H2 de 1971, que trouxe um novo patamar de desempenho para sua época, a nova Ninja H2 chega para ser o expoente máximo da esportividade Kawasaki. Desenvolvida com base na experiência da marca em turbinas de aviões e caixas planetárias, a superesportiva promete revolucionar o segmento ao trazer um motorzão quatro cilindros de 998 cc sobrealimentado por um supercharger (compressor mecânico). São nada menos que 200 cv de potência e uma porrada de 13,6 kgfm de torque a 10.500 rpm - ou 210 cv com uma tomada de ar especial.
Kawasaki lança Ninja H2 por R$ 120 mil e apresenta novas Versys, Vulcan e Z300
A opção pelo supercharger se deu em função da pegada logo em baixas rotações, já que seu acionamento é mecânico, por polia (em vez dos gases de escape como no turbo). O recurso também elimina a necessidade de intercooler, o que ocasionaria aumento de peso da moto. Com capacidade de girar a até 130 mil rpm (9,2 vezes mais que o virabrequim, que vai até 14 mil rpm), o compressor empurra até 300 litros de ar por segundo para os quatro cilindros. A H2 vendida aqui vem adaptada à nossa gasolina E25 (embora agora seja E27, com 27% de etanol).
Kawasaki lança Ninja H2 por R$ 120 mil e apresenta novas Versys, Vulcan e Z300
O design invocado e até meio ficção científica foi todo desenvolvido no túnel de vento, ou seja, é extremamente funcional. Pitada de exclusividade vem da pintura com uso de prata na tinta, para dar uma tonalidade espelhada. O painel concentra um grande número de funções dentro do conta-giros analógico (com destaque para o grafismo em formato crescente), incluindo um controle de largada, que trava o giro em 6 mil rpm para melhor aceleração possível.
Kawasaki lança Ninja H2 por R$ 120 mil e apresenta novas Versys, Vulcan e Z300
Feita com base na opinião de pilotos e proprietários de esportivas da marca, a H2 tem chassi em treliça de aço, com tubos leves (o peso total da moto é de 238 kg) e uma balança traseira única, feita para dar um visual mais limpo e aumentar a capacidade de inclinação da moto (uma vez que o escape pode ser elevado e aproximado do quadro). Os freios são Brembo com discos duplos de 330 mm na frente e disco simples de 250 mm atrás, montados em rodas aro 17" que vestem pneus 120/70 na frente e 200/55 atrás. O câmbio de seis marchas traz o conceito "dog ring" das Kawa do Moto GP, o que torna as passagem de marcha mais leves, além de ter o sistema quick-shift que dispensa o uso da embreagem. O primeiro lote da H2 para o Brasil chega a partir de julho, com apenas 28 unidades ao preço de R$ 120 mil cada, mais o frete. Vulcan 650
Kawasaki lança Ninja H2 por R$ 120 mil e apresenta novas Versys, Vulcan e Z300
Surpresa da linha, esta nova custom é montada sobre a base da naked ER-6n, usando o mesmo motor bicilíndrico de 649 cc (com potência de 61 cv neste caso) e câmbio de seis marchas. Com desenho que lembra a irma maior Vulcan 900, ela começa a ser vendida entre junho e julho, ainda sem preço definido. Mas deverá ficar na faixa da Honda CTX 700N, na casa dos R$ 30 mil. Versys 650
Kawasaki lança Ninja H2 por R$ 120 mil e apresenta novas Versys, Vulcan e Z300
A Versys 2016 abandona a cara estranha com farol em forma de "8" em favor de uma carenagem bem mais agressiva, com faróis duplos. Além disso, o subquadro foi redimensionado para maior capacidade de carga, assim como os freios. Muda também o painel de instrumentos, que adota o mesmo da ER-6n. O motor segue o bicilíndrico de 649 cc, agora com 69 cv (5 cv a mais), e câmbio de seis marchas. Chega em julho por R$ 32.990 na versão standard e R$ 35.990 na versão com ABS. Versys 1000
Kawasaki lança Ninja H2 por R$ 120 mil e apresenta novas Versys, Vulcan e Z300
Será a primeira das novidades a chegar às lojas, em abril - tanto que já aparece no site da marca. Por R$ 53.990, traz o mesmo design renovado da 650 e um motorzão quatro cilindros de 1.043 cc e 120 cv, com câmbio de seis marchas. Ganhou cavalete central e para-brisa ajustável (este também na 650). Terá versão Grand Tourer, mais equipada, a partir de julho. Z300
Kawasaki lança Ninja H2 por R$ 120 mil e apresenta novas Versys, Vulcan e Z300
A nova naked será o modelo de entrada da Kawa por aqui, se posicionando com preço abaixo da Ninja 300 - R$ 17 mil seria um bom chute. Terá versões com ABS (só na cor verde) e outras três cores sem ABS. Trata-se da versão "pelada" da Ninjinha, equipada com o mesmo motorbiclíndrico de 296 cc e 39 cv a 11.000 rpm, acoplado ao câmbio de seis marchas. Traz guidão elevado e mais aberto, com um design que lembra muito a irmã maior Z800. As vendas começam em julho. Por Eduardo Silveira Fotos: Divulgação Kawasaki  Galeria: Linha Kawasaki 2016

Kawasaki lança Ninja H2 por R$ 120 mil e apresenta novas Versys, Vulcan e Z300

Foto de: Redação