FCA: Marchionne descarta chances de fusão com PSA Peugeot-Citroën

Especulada desde o ano passado, a fusão da FCA com a PSA Peugeot-Citröen foi descartada nesta semana por Sergio Marchionne. Em entrevista concedida a agência de notícias Reuters, o chefão admitiu que conversas chegaram a acontecer, mas que a aproximação não evoluiu. Segundo o executivo, análises mais profundas identificaram que a parceria traria poucas vantagens e poderia limitar os planos da FCA no futuro.
FCA: Marchionne descarta chances de fusão com PSA Peugeot-Citroën
Mesmo sem seguir adiante com a aliança, Marchionne reconheceu que tanto a FCA quanto a PSA são fortes players na Europa e na América Latina, sendo que a francesa tem a vantagem de ter forte presença na China. "Somos muito mais fracos que outros na China. Isso é algo que estamos trabalhando para melhorar", afirmou. Como dito em outras ocasiões, o sonho de consumo de Marchionne sempre foi se fundir com a General Motors. O executivo chegou a conversar com os norte-americanos, apresentou diversas vantagens e previsões de faturamento, mas a GM foi irredutível e preferiu seguir sozinha.

FCA: Marchionne descarta chances de fusão com PSA Peugeot-Citroën

Foto de: Dyogo Fagundes