VW é processada pelo Ministério da Justiça por fraude em emissões da Amarok

Após de ter sido notificada pelo Ibama e multada em R$ 50 milhões, a Volkswagen do Brasil está sendo agora processada pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, órgão ligado ao Ministério da Justiça. De acordo com informação publicada no Diário Oficial da União, a ação está sendo movida pela fraude identificada nos índices de emissões de gases do motor 2.0 EA 189 que equipa a picape Amarok. O modelo é o único afetado pelo escândalo do dieselgate no mercado brasileiro.
VW é processada pelo Ministério da Justiça por fraude em emissões da Amarok
Ainda segundo o DOU, a Volkswagen tem dez dias para apresentar sua defesa a partir da data de recebimento da notificação. Caso seja condenada a marca terá de pagar multa superior a R$ 8,5 milhões - valor que se somará aos R$ 50 milhões do Ibama e R$ 8,3 milhões a serem pagos ao Procon de São Paulo. O dieselgate foi descoberto nos Estados Unidos no segundo semestre do ano passado e afeta milhões de veículos do grupo Volkswagen AG pelo mundo. No Brasil estão envolvidas quase 17 mil unidades da Amarok produzidas entre 2011 e 2012.

VW é processada pelo Ministério da Justiça por fraude em emissões da Amarok

Foto de: Dyogo Fagundes