GMC Canyon: prima gringa da S10 estreia grife de luxo Denali nos EUA

Divisão da General Motors especializada em SUVs e picapes, a GMC leva para o Salão de Los Angeles a versão de topo da Canyon. Derivada do mesmo projeto que originou a Chevrolet S10 brasileira, a camionete estreia a tradicional variante Denali, que corresponde ao acabamento mais caro e luxuoso dos carros da marca. Os diferenciais ficam por contas de retoques leves no visual (em especial detalhes cromados) e da adoção de novos equipamentos. As vendas na América do Norte começam ainda em 2015.
GMC Canyon: prima gringa da S10 estreia grife de luxo Denali nos EUA
Por fora, as novidades incluem rodas de 20 polegadas com desenho exclusivo e detalhes cromados em partes da grade, maçanetas, estribos e retrovisores. Na cabine, não faltam equipamentos como bancos revestidos em couro com aquecimento e ventilação (apenas dianteiros), quadro de instrumentos com elementos inéditos, detalhes do console em madeira artificial, soleiras das portas com a identificação da versão, central multimídia de 8 polegadas, volante aquecido e sistema OnStar (aquele que permite ao motorista ter acesso à uma central de informações).
GMC Canyon: prima gringa da S10 estreia grife de luxo Denali nos EUA
Sob o capô não há novidades: seguem em oferta os motores 3.6 V6 de 304 cv e 2.8 turbodiesel de 183 cavalos (na nossa S10, vale lembrar, a potência é de 200 cv). A tração pode ser 4x2 ou 4x4, mas o câmbio é sempre automático de seis marchas.

GMC Canyon: prima gringa da S10 estreia grife de luxo Denali nos EUA

Foto de: Dyogo Fagundes