Efeito dieselgate: vendas globais da Volkswagen caem 3,5% em outubro

Os efeitos negativos trazidos à imagem do grupo Volkswagen pelas consequências do escândalo de emissões já podem ser notados nos emplacamentos globais da marca. No último mês de outubro, por exemplo, os negócios do grupo no mundo todo recuaram cerca de 3,5%, sendo comercializados algo em torno de 831,3 mil veículos. Levando em conta o acumulado do ano, a soma dos 10 meses passados também resultaram em números negativos: recuo de 1,7% e 8,26 milhões de unidades vendidas.
Efeito dieselgate: vendas globais da Volkswagen caem 3,5% em outubro
A marca que mais amargou resultados negativos foi a Volkswagen, que encolheu 5,3% no mês (490 mil exemplares vendidos) e 4,7% no acumulado do ano (4,83 milhões de unidades). A marca alega que os números são reflexo da suspensão das vendas de veículos a diesel em diversos mercados, incluindo Europa e América do Norte. Ainda no grupo, outras fabricantes que registraram queda no período foram a Seat (-3,1%) e a Skoda (-2,7%), ambas também com veículos envolvidos no 'dieselgate'.
Efeito dieselgate: vendas globais da Volkswagen caem 3,5% em outubro
Por outro lado, avanços também foram conquistados. É o caso da Audi, que cresceu 2% na comparação com o mesmo período do ano passado (149,2 mil emplacamentos no total) e a Porsche, que deu um salto de significativos 18,2% (18,7 mil unidades comercializadas, especialmente dos SUVs Macan e Cayenne).

Efeito dieselgate: vendas globais da Volkswagen caem 3,5% em outubro

Foto de: Dyogo Fagundes