Opinião: Fiat 500X e Jeep Renegade poderiam muito bem conviver no Brasil

A apresentação do Fiat 500X no Salão de Buenos Aires, no estande ao lado da Jeep com seu Renegade, reacendeu a questão: por que não ter os dois no mercado brasileiro? A Fiat insiste que o Renegade já é o representante do Grupo FCA entre os SUVs compactos, mas, olhando os dois lado a lado, vemos que eles poderiam muito bem atender a públicos diversos.
Opinião: Fiat 500X e Jeep Renegade poderiam muito bem conviver no Brasil
Vejamos: o 500X tem estilo muito mais urbano, com suas linhas inspiradas no hatch retrô Cinquecento e apelo mais "chique" em relação ao irmão de plataforma da Jeep. Internamente, o modelo da Fiat também se diferencia pelo acabamento mais alegre, com apliques de acrílico na cor do carro em vez do painel preto do Renegade. Aproveitando que os dois estavam muito próximos no salão argentino, fiz uma pequena pesquisa com quem passava ali. Perguntei qual deles a pessoa compraria e as respostas, como esperado, foram: "Ah, mas são carros diferentes...". O público feminino (grande comprador de SUVs) se identificou mais com o 500X, enquanto os homens tenderam a curtir mais o aspecto bruto do estilo do Renegade.
Opinião: Fiat 500X e Jeep Renegade poderiam muito bem conviver no Brasil
Outro fator é que a não venda do 500X no Brasil tem gerado insatisfação até mesmo na rede Fiat, pois nem todos os concessionários desejam (ou têm condições) de abrir uma loja Jeep para poder entrar no filão do SUV compacto. Dentro da Fiat a questão também divide opiniões no alto escalão, mas, segundo apuramos, a real é que o 500X não aparece no cronograma de lançamentos para o Brasil pelo menos até 2019.
Opinião: Fiat 500X e Jeep Renegade poderiam muito bem conviver no Brasil
O cenário pode mudar, no entanto, caso o Renegade não consiga a meta anunciada pela Jeep de se tornar líder de vendas do segmento. Isso significaria atingir no mínimo um pouco mais de 5 mil unidades/mês para bater o então ponteiro Honda HR-V. Por enquanto, o modelo da Jeep ainda não conseguiu atingir os 3 mil emplacamentos mensais, mas a marca diz que a produção ainda não está a todo vapor e garante que os números vão subir - tanto é que as versões a diesel ainda não estão sendo oferecidas, como informa o site da marca.
Opinião: Fiat 500X e Jeep Renegade poderiam muito bem conviver no Brasil
Com o 500X entrando na soma, certamente a FCA teria mais forças para bater o HR-V. Outro ponto é que, tecnicamente, a produção do carro da Fiat ao lado do Renegade na fábrica de Goiana (PE) não teria nenhum impedimento. Os SUVs dividem a mesma plataforma, motores, transmissões, suspensões e inclusive diversos componentes internos. O que muda basicamente são as chapas de carroceria e detalhes de acabamento. Para minimizar uma briga interna entre eles, o 500x poderia ser ofertado somente com motor 1.8 flex e tração dianteira (nas versões manual e automática), ficando um pouco abaixo do Renegade Sport - sem a necessidade de criar uma versão com rodas de ferro como a que será lançada agora em julho. Já o Jeep poderia partir de uma versão mais completa, a Longitude (mantendo o mesmo conjunto mecânico), e ainda teria a exclusividade do motor 2.0 turbodiesel com a tração 4x4 - sem contar a possibilidade de trazer o motor 2.4 a gasolina vendido nos EUA como opção intermediária.
Opinião: Fiat 500X e Jeep Renegade poderiam muito bem conviver no Brasil
Flagra do Fiat 500X no Brasil Alguns podem alegar que a Fiat poderia ter dificuldades de emplacar um carro acima dos R$ 60 mil (o que de fato ainda é um problema para a marca), mas isso também deve mudar com a chegada da nova picape média (projeto 226) no fim deste ano, pois sabe-se que a faixa de preço do utilitário vai variar de R$ 70 mil a R$ 120 mil. Pelo sim, pelo não, a Fiat anda rodando com alguns 500X disfarçados em testes no Brasil (foto acima). Pode ser simplesmente para avaliação de componentes para outros mercados, pode ser até o carro que deverá ser vendido na Argentina como importado. Mas geralmente onde há fumaça, há fogo. O que vocês acham?

Opinião: Fiat 500X e Jeep Renegade poderiam muito bem conviver no Brasil

Foto de: Daniel Messeder