Custa caro! Europa recua em proposta de leis de emissões mais rigorosas
Anunciada logo depois da descoberta do escândalo de fraude da Volkswagen, a proposta que previa o endurecimento das leis de emissões da Europa corre sérios riscos de não ser colocada em prática - ou pelo menos não a curto prazo. Conforme relata a imprensa do continente, dirigentes da União Europeia recuaram diante da proposta depois que governos de vários países demostraram preocupação com os altos custos que a rigidez das normas poderia trazer às montadoras. Os planos iniciais previam que as regras mais rígidas passassem a valer já em 2017 para todas as fabricantes. Dessa forma, os testes passariam a ser realizados em condições reais e não apenas em laboratórios. Agora, porém, UE anunciou que a proposta será atenuada - o que vem sendo apontado pela imprensa como uma demonstração clara do poder político das montadoras. Não custa lembrar, testes confirmaram que as emissões reais podem ser até 500% maiores que as avaliações feitas em laboratório.

Galeria: Custa caro! Europa recua em proposta de leis de emissões mais rigorosas

Envie seu flagra! flagra@motor1.com